Por pbagora.com.br

A guarda do filho menor do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) permanecerá com a mãe, a jornalista Pâmela Bório. A decisão é da justiça até o julgamento do mérito da ação, já que foi negada a tutela de urgência.

A guarda da criança foi concedida a Pâmela Bório depois que o ex-governador foi preso na Operação Calvário, no final do ano passado. Até então, o menino vivia com pai.

Depois de ser beneficiado com habeas corpus, o ex-governador começou a tentar reaver a guarda do filho, mas Pâmela Bório recorreu alegando que, embora esteja em liberdade, Ricardo usa tornozeleira eletrônica e não chegou a ser inocentado, de modo que ainda há risco dele ser preso novamente.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Prefeita da PB é multada por usar slogan de campanha em material da prefeitura

A prefeita da cidade de Diamante, Carmelita Lucena, que é candidata à reeleição, foi condenada a pagar multa de cinco mil Ufir (Unidade Fiscal de Referência) por propaganda eleitoral irregular.…

Opinião: querem “apedrejar” o padre, mas não estamos vivendo a Lei de Moisés

Em nossa língua portuguesa, há um provérbio muito conhecido, que sofre pequenas variações a depender do local onde ele é pronunciado: “Quem tem telhado de vidro, não joga pedra no…