O Júri de réus de grupo que matou 40 pessoas é transferido para Campina Grande. A decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB, foi comunicada nesta quarta-feira. Os dois homens são acusados de integrar um grupo de extermínio na cidade de Mari, na região da Mata Paraibana. Esse grupo é investigado pela morte de 40 pessoas. A decisão ocorreu depois de um pedido do Ministério Público da Paraíba (MPPB), que alegou o risco para os jurados diante da alta periculosidade dos réu

A decisão ocorreu depois de um pedido do Ministério Público da Paraíba (MPPB), que alegou o risco para os jurados diante da alta periculosidade dos réus.

De acordo com as investigações, José Idelbrando Targino da Silva e Eronildo Barbosa Ricardo fariam parte de uma quadrilha de extermínio responsável por cerca de 40 mortes, entre os anos de 2011 e 2013. O julgamento ainda não tem data para acontecer.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, os crimes eram praticados com requintes de crueldade e motivados pelo controle do tráfico de drogas na região de Mari. Em algumas situações, as pessoas eram assassinadas apenas por colaborarem com a polícia.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Empreendimentos na PB lavaram dinheiro de corrupção de Angola, afirma revista

“Eles não economizaram aqui”, afirma, solícita, uma das vendedoras dos 130 apartamentos do Solar Tambaú, empreendimento imobiliário de luxo à beira-mar em João Pessoa, na Paraíba. “Além dos milhões e…

Meteorologista do Inmet indica risco de chuva intensa hoje em 160 municípios

O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu alerta para aproximadamente 160 municípios do Cariri, Agreste e Sertão da Paraíba têm risco potencial de chuva para as próximas horas. A previsão foi…