O Júri de réus de grupo que matou 40 pessoas é transferido para Campina Grande. A decisão do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB, foi comunicada nesta quarta-feira. Os dois homens são acusados de integrar um grupo de extermínio na cidade de Mari, na região da Mata Paraibana. Esse grupo é investigado pela morte de 40 pessoas. A decisão ocorreu depois de um pedido do Ministério Público da Paraíba (MPPB), que alegou o risco para os jurados diante da alta periculosidade dos réu

A decisão ocorreu depois de um pedido do Ministério Público da Paraíba (MPPB), que alegou o risco para os jurados diante da alta periculosidade dos réus.

De acordo com as investigações, José Idelbrando Targino da Silva e Eronildo Barbosa Ricardo fariam parte de uma quadrilha de extermínio responsável por cerca de 40 mortes, entre os anos de 2011 e 2013. O julgamento ainda não tem data para acontecer.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, os crimes eram praticados com requintes de crueldade e motivados pelo controle do tráfico de drogas na região de Mari. Em algumas situações, as pessoas eram assassinadas apenas por colaborarem com a polícia.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Mecânico é assassinado enquanto fechava oficina de motos, em João Pessoa

O mecânico Whashington Oliveira da Silva, de 22 anos, foi assassinado a tiros, na noite de ontem, sábado (21), no momento em que fechava a oficina de motos, onde trabalhava,…

Nesta segunda-feira: programação especial marca Dia do Agente de Trânsito

Em Comemoração ao Dia do Agente de Trânsito, celebrado nesta segunda-feira (23), a direção do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) programou uma série de atividades, que terá início às 9h,…