O deputado federal paraibano Julian Lemos, do PSL, conhecido por ser um dos defensores ferrenhos do presidente Jair Bolsonaro (PSL), diferentemente de outras ocasiões em que, por qualquer ataque, tomava as dores do chefe do Planalto Central, mudou de postura e decidiu não polemizar a pesquisa do Instituto Paraná, contratada pela Revista Veja, que aponta uma rejeição da população às falas do Chefe do Governo Central.

Conforme a aferição, 70% dos entrevistados acreditam que as falas de Bolsonaro mais atrapalham do que ajudam o governo. O portal PB Agora repercutiu os números em contato com o deputado paraibano, nesta terça-feira (17), ao indagar se ele concordava com o resultado, e a resposta acabou sendo a indiferença.

Não houve defesa nem ataque.

“Sobre isso eu não tenho nada a dizer”, cravou Julian.

A última postagem, nas redes sociais, que Julian fez fazendo menção ao presidente Bolsonaro foi no final de agosto.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Compra de medicamentos extra-SUS crescem 30% na Paraíba

Os investimentos para aquisição de medicamentos não incorporados no Sistema Único de Saúde (SUS) realizados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), registraram um…

Boqueirão completa 63 anos e registra quase 20 milhões de m³ após chuvas

Água em abundância no Cariri paraibano e enchendo o aniversariante da semana. As chuvas que caíram na Paraíba e encheram os rios Taperoá e Cariri, continuam levando água para o…