Apesar de ser hostilizado pelo clã Bolsonaro, o deputado federal Julian Lemos, do PSL da Paraíba, segue demonstrando gestos favoráveis ao presidente da República. Nesta segunda-feira (02), por exemplo, o parlamentar se posicionou contra o parlamento e favorável ao Poder Executivo quando o assunto é o poder da caneta no tocante a destinação do Orçamento Extra do Governo.

Para o parlamentar, é inadmissível que o tamanho do valor do orçamento seja potencializado nas mãos de deputados, que não foram eleitos para executá-lo, mas sim para legislar. Julian ainda lembrou que os deputados já têm direito a emendas impositivas, de bancada e individual e querer, nesse momento, retirar o poder do executivo é tentar enfraquecê-lo.

“Não posso admitir que seja potencializado tamanho valor desse na mão de um parlamentar. O relator do Orçamento tenha condição de dizer para onde vai esse recurso, quando na verdade, na minha visão, é uma decisão do Poder Executivo. Os deputados já têm suas emendas impositivas, de bancadas e individuais e através de de uma boa conversação, de paz, com o governo, isso aí pode acontecer sem nenhuma problema. Agora potencializar dessa forma é enfraquecer diretamente o executivo”, defendeu.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Chuvas acima da média trazem fartura para o Sertão nordestino e elevam nível dos reservatórios

Acostumados a conviverem com a seca, o sertanejo está feliz da vida e agradecendo a Deus pelas chuvas abundantes. As chuvas que caíram este ano no Estado, elevaram o nível…

PSL e PRTB batem o martelo e vão marchar juntos na disputa da PMJP

O deputado federal, Julian Lemos (PSL), e o deputado estadual, Eduardo Carneiro (PRTB), decidiram marchar juntos nas eleições deste ano na Capital. A reunião que selou a união foi decidida…