Por pbagora.com.br

Morreu neste sábado (13) o jornalista Otinaldo Lourenço aos 86 anos. Ele estava internado com covid-19 em João Pessoa. Na Paraíba, Otinaldo foi um dos primeiros jornalistas de TV e rádio.

Em nota, o Sindicado dos Jornalistas Profissionais do Estado da Paraíba destacou que Otinaldo Lourenço é “uma das lendas do radiojornalismo paraibano” e acrescenta que o profissional “foi um mestre que conseguiu unir qualidade e popularidade”.

Otinaldo foi responsável pela modernização da Rádio Arapuan, imprimiu na grade de programação da emissora um estilo que lembrava a BBC de Londres e ao mesmo tempo agradava o gosto mais popular, lembrou o sindicato.

Ele deixa a esposa Ione Lacet, dois filhos e dois netos.

JOÃO AZEVÊDO

O governador João Azevêdo usou seu perfil numa rede social para lamentar o falecimento de Otinaldo e prestar solidariedade à família. “Deixará uma lacuna no meio jornalístico e radiofônico paraibano”, escreveu o governador.

PB Agora

Notícias relacionadas

João anuncia abertura de mais 147 leitos para tratamento da Covid-19

O governador João Azevêdo anunciou, nesta quinta-feira (4), a abertura de mais 147 leitos destinados ao tratamento da Covid-19 no estado. Os novos leitos serão distribuídos pelas três macrorregiões de…

Diretor do Grupo São Braz, José Carlos, morre em decorrência da covid-19

Faleceu nesta sexta-feira (05) por complicações de saúde causadas pela covid-19, o diretor presidente do Grupo São Braz e proprietário das TVs Cabo Branco e Paraíba, José Carlos da Silva…