O governador João Azevêdo entregou, nesta quinta-feira (4), na sede da Companhia Estadual de Habitação Popular (Cehap), em João Pessoa, 104 escrituras de imóveis aos moradores do Conjunto José Mariz, que aguardavam há mais de 20 anos a liberação dos documentos. Prestigiaram a solenidade a vice-governadora Lígia Feliciano, o deputado estadual João Gonçalves e auxiliares do Governo do Estado.

Na ocasião, o chefe do Executivo estadual destacou o empenho do Governo da Paraíba para vencer burocracias e garantir a documentação das casas aos moradores do Conjunto José Mariz. “Hoje é um dia de celebração porque estamos num momento tão especial quanto entregar a chave de uma casa, estamos entregando o que ela representa: segurança. Saímos daqui hoje com alegria no coração porque essa foi uma luta muito grande de toda uma equipe que se esforçou para que isso acontecesse, mas conseguimos e vencemos”, ressaltou.

""

O gestor também enalteceu a atuação da Cehap em relação ao programa de regularização fundiária e assegurou o compromisso da gestão estadual com a política de habitação. “Eu tenho um carinho muito grande por esse segmento porque não se trata apenas de uma obra, de uma construção de tijolo, telha e madeira; a casa tem uma importância totalmente diferente na vida das pessoas, pois é para onde a gente volta, independente do que enfrentamos durante o dia. A casa traz segurança, agrega a família e tenho muita satisfação de entregar a chave de uma residência”, acrescentou.

A presidente da Cehap, Emília Correia Lima, afirmou que o Governo do Estado atendeu hoje uma reivindicação antiga de moradores do Conjunto José Mariz. “Essa entrega é simbólica porque as pessoas cobravam essas escrituras há dezenas de anos; quem não tem o documento se sente inseguro em relação ao seu imóvel. Nós travamos uma luta muito grande, inclusive na Justiça, para que os cartórios cumprissem uma lei federal de 2011 que permitia a isenção do primeiro registro, fizemos um acordo na Corregedoria e estamos desenvolvendo esse trabalho para assegurar esse direito; habitação é uma prioridade e recebe toda a atenção do Governo”, frisou.   Segundo Emília Correia Lima, mais 116 famílias do Conjunto José Mariz têm direito às escrituras e devem procurar a Cehap para solicitar a documentação.

Wilton Rufino, que aguardava há 21 anos a escritura do imóvel, agradeceu o empenho do Governo do Estado. “Eu estou muito emocionado porque hoje eu recebi a garantia de que tenho uma casa”, comentou.

O mesmo sentimento foi compartilhado pelo aposentado Otacílio Gomes. “Hoje eu recebi uma vitória e eu só tenho que agradecer a Deus e ao Governo pela sensibilidade de atender essa demanda que era um sonho de muitos anos e que agora está sendo realizado”, comemorou. 

A esteticista Everalda Maria da Silva falou que o documento garante a segurança de sua família. “Este momento está sendo muito importante porque esperei muito por isso e chegou o tempo de receber.  Com a documentação, agora vou ficar mais tranquila porque antes me sentia muito insegura”, relatou. 

""

A construção do Conjunto José Mariz, localizado no bairro José Américo, foi iniciada em 1998 e concluída em 2002. As unidades habitacionais são compostas de sala, terraço, cozinha, área de serviço, quarto e banheiro e são dotadas de infraestrutura básica, com abastecimento de água, esgotamento sanitário e energia elétrica.

 

Secom

 


Garanta um desconto especial na sua certificação digital no Juristas Certificados Digitais

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Previsão é de céu parcialmente nublado na Paraíba, neste domingo

A região Nordeste pode esperar, neste domingo (20), céu nublado a parcialmente nublado com chuva fraca no Piauí, Sergipe e Alagoas. No Rio Grande do Norte, Pernambuco, Ceará e na…

Incêndio atinge loja de retrovisores em Campina Grande

Um incêndio atingiu uma loja de retrovisores que fica em um prédio nas proximidades da Feira da Prata, em Campina Grande. O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu conter…