Por pbagora.com.br

O governador João Azevêdo lança, nesta sexta-feira (15), o Parque Tecnológico Horizontes de Inovação. O lançamento será às 10h, na futura sede do Parque, o antigo Colégio Nossa Senhora das Neves, no centro histórico de João Pessoa, ao lado da Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves. O prefeito da Capital, Cícero Lucena, participará da solenidade, que também contará com as presenças do secretário de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia da Paraíba, Cláudio Furtado; do secretário executivo da Ciência e Tecnologia, Rubens Freire; e do presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa da Paraíba (Fapesq-PB), Roberto Germano.

O Parque Tecnológico Horizontes de Inovação vai reunir o ecossistema de inovação, empreendedor e científico, o poder público estadual, municipal e demais entes, em articulação com outros ecossistemas nacionais e internacionais da inovação. O objetivo é que o ambiente fortaleça o estado como gerador e produtor de tecnologias, fomentando novas empresas, pesquisas e desenvolvimento.

Em particular, impulsionar o avanço da inovação especialmente nas áreas das tecnologias sociais para a saúde, tecnologias educacionais, a economia criativa, soluções governamentais, turismo, planejamento urbano e cidades inteligentes e de tecnologias sustentáveis. E, nesse contexto, atrair para o estado investimentos nacionais e/ou internacionais.

A estrutura física abrigará diferentes espaços construídos com o intuito de se estabelecerem como ambientes de inovação: espaços de convivência; espaços para empresas âncoras; recepção interativa; espaço de conhecimento (com paredes de pesquisa e mesas touchscreen); espaços de coworking; espaços makers; espaços de P&D de soluções de alto rendimento; espaços de incubadoras e aceleradoras; espaço de robótica; praça de alimentação; e um auditório.

O antigo Colégio das Neves, na Praça Dom Ulrico, ao lado da Catedral Basílica de Nossa Senhora da Neves, foi inaugurado em 1847. O terreno conta com 16.948 metros quadrados. O decreto 40.976, publicado na edição de 05 de janeiro do Diário Oficial do Estado, declarou o prédio como de utilidade pública para fins de desapropriação. A ocupação do prédio erguido no século XIX também é uma ação de revitalização do Centro Histórico da capital paraibana.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Campina Grande disponibiliza 20 leitos para pacientes de Manaus

Prefeito ressalta caráter humanitário da iniciativa e garante vagas nas enfermarias do Complexo Pedro I e do Hospital Universitário O prefeito Bruno Cunha Lima anunciou, na manhã desta sexta-feira, 15,…

Cícero revoga decreto que impede volta às aulas nas escolas particulares de JP

O prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena, anunciou, na tarde desta sexta-feira (15), através de seu perfil numa rede social que vai revogar o decreto municipal que impede o retorno…