A Paraíba o tempo todo  |

Investigação do MPF: Prefeitura de Patos explica que Fundap foi extinta após denúncias e informações serão esclarecidas

Após a publicação de reportagem do PB Agora de que o Ministério Público Federal na Paraíba (MPF-PB) abriu inquérito civil para apurar supostas irregularidades no repasse de recursos da Lei Aldir Blanc através da Fundação Cultural de Patos (Fundap), órgão vinculado à Prefeitura de Patos, a gestão entrou em contato para dar a sua versão sobre os fatos.

De acordo com a versão da assessoria da prefeitura, a Fundap foi extinta e as atribuições da cultura estão hoje sob responsabilidade da Secretaria de Esporte, Cultura e Turismo, que tem como secretário José Francisco de Sousa, o Zeca. Além disso, a gestão explicou que Zeca está à disposição para esclarecer ao MPF-PB todas as informações que serão solicitadas ao longo da investigação.

O edital da lei Aldir Blanc em Patos foi lançado em 2020, quando o presidente da Fundap era Marcelo Lima, que foi exonerado neste mesmo ano após denúncias de irregularidades no órgão.

 

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe