Desta vez, a iniciativa partiu da Embaixada de Negócios da Paraíba em conjunto com a Sociedade Paraibana de Pneumologia. Os equipamentos doados somam quatro mil unidades.

 

O Hospital Universitário Lauro Wanderley, da Universidade Federal da Paraíba e vinculado à Rede Ebserh, recebeu mais um reforço para promover segurança a profissionais e pacientes atendidos na instituição. Em uma iniciativa idealizada pela Embaixada de Negócios da Paraíba em conjunto com a Sociedade Paraibana de Pneumologia, foram entregues, na manhã desta quinta-feira, dia 30, equipamentos de proteção individual (EPIs) a serem destinados a colaboradores que atuam na linha de frente no combate ao novo coronavírus.

Os equipamentos de proteção individual somam quatro mil unidades, sendo mil máscaras de proteção Face Shield (conhecida como escudo facial) e mais três mil unidades de toucas descartáveis. Segundo o presidente da Embaixada de Negócios, Pedro Alves Júnior, a instituição realizou uma campanha de doação, com a ideia de sensibilizar a sociedade para contribuir com essa corrente, em uma espécie de vaquinha virtual.

“A embaixada atuou em três frentes e a primeira delas foi a da emergência médica. Iniciamos um movimento no sentido de arrecadar fundos para compra de EPIs e respiradores, assim como para ajudar na reforma de um laboratório do Centro de Ciências Médicas da UFPB que está realizando testes de Covid”, destacou.

As máscaras reutilizáveis e as toucas descartáveis foram entregues ao gerente de Ensino e Pesquisa do HULW, Ângelo Melo, que garantiu que os itens chegaram em um bom momento, visto que o estoque de máscaras face shield precisava de um reforço. “Com a chegada dessa doação, garantimos a proteção de toda a equipe que atua no hospital, visto que o material será distribuído para os profissionais de saúde que estão não apenas na linha de frente no combate da Covid-19, mas no enfrentamento a diversas outras patologias, inclusive do sistema respiratório, pois o HULW é retaguarda na rede de saúde para uma série de outras doenças”, enfatizou.

Presente durante o ato de entrega dos equipamentos, a presidente da Sociedade Paraibana de Pneumologia, Maria Enedina Scuarcialupi, destacou a importância dos EPIs diante do quadro de pandemia pelo qual o mundo está passando e a consequente necessidade de se equipar com qualidade os profissionais de saúde que estão assistindo as vítimas do novo coronavírus.

“Em contato, pedindo ajuda a várias pessoas para melhorar a infraestrutura de atendimento no nosso estado a esses pacientes, veio a ideia de os empresários ajudarem a trazer suprimentos para as unidades que prestam assistência de saúde. Foi lançada a vaquinha virtual, arrecadamos dinheiro por doações e, como resultado, fizemos a compra desses itens”, reforçou.

O modelo Face Shield é extremamente seguro, pois protege toda a face do usuário, e serve para aumentar a segurança dos profissionais que atuam diretamente no combate à Covid-19. O equipamento evita contaminações com gotículas que possam atingir o rosto, o nariz, a boca e os olhos. Esse tipo de máscara é indicado para médicos, enfermeiros, dentistas e outros profissionais que trabalham em hospitais, clínicas e unidades de saúde.

Parcerias

Pedro Alves citou outras entidades como integrantes da campanha a exemplo da Câmara de Dirigentes Lojistas de João Pessoa (CDL-JP), Associação Comercial da Paraíba, Fundação Cidade Vida e a Associação Brasileira de Agências de Viagens – Paraíba (Abav-PB), e Fórum das Mulheres de Negócios da Paraíba. “Graças a Deus, a gente conseguiu organizar os recursos, que embora sejam limitados, permitiu que alcançássemos um valor que possibilitou a aquisição desse quantitativo para o HULW”, explicou.

No dia 30 de março, o Hospital Universitário Lauro Wanderley ganhou a primeira leva de máscaras Face Shield produzidas em impressão 3D pelo Laboratório de Produção Digital (Fablab) da Universidade Federal da Paraíba. Inicialmente, foram doadas 55 máscaras para o HU de João Pessoa.

Atuação da Rede Ebserh
Desde os primeiros anúncios sobre a Covid-19, a Rede Ebserh tem trabalhado em parceria direta com os ministérios da Saúde e da Educação, com participação nos Centros de Operações de Emergência (COE) desses órgãos. Também vem atuando na realização de treinamento de funcionários da Rede, promoção de webaulas, definição de fluxos e instituição de câmaras técnicas de discussões com especialistas.

Assessoria de Comunicação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Um dia após fim de barreiras sanitárias, bairro de Mangabeira registra ruas cheias

Pelo visto as medidas de conscientização e barreiras sanitárias montadas por dois dias no bairro de Mangabeira, o mais populoso de João Pessoa e que conta com o maior número…

João nega ‘lockdown’, mas diz que Grande JP terá maior restrição no isolamento

O governador da Paraíba, João Azevêdo, usou seu perfil em rede social para tranquilizar a população em relação a possibilidade de implantação de lockdown na Grande João Pessoa. O lockdown…