Por pbagora.com.br

Hervázio põe em xeque qualidade da obra da PMJP e profetiza: “Quando vier chuva vai brotar peixe no asfalto”

 

O túnel de escoamento, construído para escoar as águas da Lagoa, do Parque Solon de Lucena vai romper pela quarta vez e fará, mais uma vez, os peixes brotarem no asfaltamento da Rua Padre Azevedo, no Centro de João Pessoa.

A previsão é do líder do Governo na Assembleia Legislativa da Paraíba, Hervázio Bezerra (PSB).

Nesta segunda-feira (13) o parlamentar voltou a questionar a qualidade do serviço, e aproveitou para profetizar o que classificou de uma tragédia anunciada.
“Quando tiver inverno aqui em João Pessoa nós vamos ter peixe aqui na proximidade do quartel da PM, isso vai acontecer porque a obra da Lagoa precisa de modificação. Foram quatro anos para fazer aquela obra. Não sou profeta, mas quando vier a chuva tem peixe” previu.

A última vez que brotou peixe devido ao transbordamento das águas da Lagoa foi em maio de 2016. Na ocasião moradores da localidade aproveitaram para “pescar” em pleno asfalto. Muitos utilizaram sacolas para recolher os peixes que caíram na via.

Em abril do ano passado, o Corpo de Bombeiros interditou o local por oferecer riscos à população.

Já no final de dezembro, moradores da área conseguiram encher dois baldes com os peixes que estavam na rua e que, segundo confirmou a Secretaria de Infraestrutura de João Pessoa, eram da Lagoa do Parque Solon de Lucena.

Na época, o diretor de obras da Secretaria de Infraestrutura de João Pessoa, Marcos César, disse que o novo túnel de escoamento de água que integra as obras de revitalização da Lagoa já estava liberado, mas no ponto de encontro com uma galeria antiga, a estrutura não suportou e rompeu.

 

Relembre

 

 

Márcia Dias

PB Agora

Notícias relacionadas

Corpo encontrado em praia na PB é de Pernambucano, revela IML

É do pernambucano Jason Albuquerque Santos, de 28 anos, o corpo  encontrado em estado de decomposição, no último dia 15 de abril, na praia de Intermares, no município de Cabedelo,…

TCE rejeita contas de ex-gestores em Cabedelo e impõe débito de R$ 430 mil

O Pleno do Tribunal de Contas do Estado, reunido em sessão ordinária, por videoconferência, nesta quarta-feira (21), rejeitou as contas de 2018 do município de Cabedelo, sob a responsabilidade dos…