A Paraíba o tempo todo  |

Governo da PB rebate notícia do O Antagonista e nega oferta para comprar prédio do Santa Paula

A Secretaria de Estado de Saúde da Paraíba negou, em nota publicada na noite dessa quinta-feira (7), que o prédio do antigo Hospital Santa Paula esteja à venda. No local, funcionou até 2012 o equipamento de saúde que pertencia à família do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga e hoje funciona a Maternidade Frei Damião.

Em matéria veiculada ontem, o site O Antagonista deu a informação de que o hospital teria sido reativado com recursos públicos e agora estaria à venda por R$ 47 milhões. O Governo do Estado negou a venda do prédio e afirmou que no local será construído o Hospital da Mulher.

Confira:

Sobre matéria veiculada nesta quinta-feira (6) no site Antagonistas, a Secretaria de Saúde da Paraíba vem a público prestar os seguintes esclarecimentos:

1- Em abril/2020, com a necessidade de encontrar espaço adequado para comportar a demanda para ampliação de leitos previstos no Plano Estadual de Contingência de Combate ao Novo Coronavírus na 1ª macrorregião de saúde, o Governo da Paraíba alugou o prédio onde funcionava o Hospital Santa Paula.

2- O prédio foi escolhido por ter estrutura física adequada às necessidades de ampliação de leitos e ainda em bom estado de conservação, necessitando de poucas intervenções de reparo e reforma. A obra de manutenção e adaptação na estrutura física do Hospital abrangeu uma área de 1.545,60 m², durou 40 dias e teve um custo de R$ 1.276.806,25.

3-O Hospital está em pleno funcionamento, com 150 leitos para atendimento às vítimas da covid-19.
A Secretaria de Saúde ressalta, ainda, que também não teria como prever que o genro da proprietária do imóvel assumiria o cargo de Ministro da Saúde, 10 meses após a locação do imóvel.

4- O Governo da Paraíba reforça que não foi ofertado o prédio para compra, tampouco tem interesse em sua aquisição, uma vez que iremos construir o Hospital da Mulher, que será a maior e mais ampla unidade hospitalar materno-infantil do estado.

 

Da Redação

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe