Por pbagora.com.br

A Maternidade Peregrino Filho localizada em Patos, no Sertão da Paraíba, passa para gestão estadual nesta quinta-feira (16). A mudança faz parte da medida tomada pelo governador João Azevêdo de não renovar contratos com organizações sociais que administravam hospitais no estado.

A unidade era administrava pela organização social Santa Casa da Misericórdia de Biguiri. Segundo informações da Secretaria de Estado da Saúde, os trabalhadores que possuem vínculo por meio de CLT receberão todos os seus direitos trabalhistas logo após homologação da rescisão.

Ainda nesta quinta-feira, a SES iniciará o processo de assinatura de contratos temporários por, como foi acordado com o Ministério Público do Trabalho, até que seja aprovada na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) a Fundação PB Saúde – que fará a gestão desta e outras unidades hospitalares e contratará os profissionais, no regime CLT, após seleção.

Redação

Notícias relacionadas

COVID-19: PB já possui 211 municípios em bandeira laranja

A Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB) divulgou, neste sábado (6), a 20ª avaliação do Plano Novo Normal que entra em vigor a partir da segunda-feira (8). O documento traz recorte da…

Covid-19: Atacadão é interditado por descumprir horário de fechamento

Uma fiscalização realizada na noite deste sábado (6) resultou no fechamento do supermercado Atacadão, em João Pessoa. O estabelecimento foi interditado porque descumpriu pela segunda vez o horário limite para…