A Paraíba o tempo todo  |

Hervázio lamenta baixa adesão de municípios a consórcio para compra de vacinas

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Parlamentar alerta para a necessidade dos gestores agirem rápido para aquisição dos imunizantes

O deputado estadual Hervázio Bezerra externou preocupação com o atual cenário da pandemia da Covid-19 no Brasil e lamentou que vários municípios paraibanos não aderiram ao consórcio nacional de gestores para aquisição da vacina contra a doença. Hervázio alertou para a necessidade de rapidez na compra dos imunizantes.

“Ao meu ver, se os governadores e prefeitos não agirem rápido na aquisição das vacinas, teremos dias ainda mais angustiantes para o povo brasileiro. Li no noticiário local que poucos prefeitos paraibanos aderiram ao consórcio nacional para aquisição de vacinas, isto é uma pena”, lamentou o parlamentar.

Na Paraíba, dos 223 municípios apenas 99 mostraram interesse em aderir ao consórcio para compra de vacinas contra a Covid-19. Hervázio fez críticas à postura do presidente da República, Jair Bolsonaro, diante da pandemia.

“Nossa única saída é a imunização através da vacina, entretanto o governo central insiste em desdenhar da gravidade do problema e pior, não demonstra nenhuma boa vontade em adquirir a vacina e a quantidade que adquiriu até hoje foi na base da pressão”, avaliou.

Ele destacou o trabalho desenvolvido pelo governador João Azevêdo para conter as infecções pelo novo coronavírus na Paraíba e garantir atendimento aos paraibanos diagnosticados com a doença. Recentemente o governador anunciou a recuperação do antigo prédio da Maternidade Frei Damião, em João Pessoa, para atender casos da Covid-19.

“Somos testemunha dos esforços do governador João Azevedo para instalar leitos de UTI e enfermarias para pacientes com Covid. O prefeito Cícero Lucena já aumentou consideravelmente o números de leitos de UTI e enfermarias para estes pacientes, porém dia após dia os números aumentam”, destacou.

Até este sábado, a Paraíba já havia registrado 227.976 casos de Covid-19 e a morte de 4.656 paraibanos provocada pela doença.

 

Redação

CONTEÚDO CONTINUA APÓS PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      3
      Compartilhe