O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), recebeu, na tarde de ontem, quinta-feira (04), pela primeira vez, neste mandato, a direção do Sindicato dos Trabalhadores Técnicos Administrativos da Universidade Estadual da Paraíba, que reclamam, desde 2015, da ausência de reajuste salarial e, de 2018 até agora, do congelamento das progressões, previstas no Plano de Cargos e Carreira da Categoria.

Durante o encontro, o presidente do sindicato, Fernando Borges fez um histórico da situação dos servidores e apelou para que a gestão viabilizasse melhorias para os técnicos, visto que várias outras categorias estão sendo agraciadas com progressões e planos de carreira, enquanto os servidores da instituição padecem.

João Azevêdo, conforme o Sindicato, explicou das dificuldades financeiras por que passa o Estado, todavia se dispor a avaliar a pauta da categoria. Só após a análise da situação é que será possível analisar a possibilidade de melhorias.

Para Fernando Borges, o SINTESPB avaliou como positivo esse primeiro momento e abertura do diálogo com o governo, possível graças a intervenção da deputada estadual Cida Ramos (PSB).

Redação com Assessoria Sintesp/PB

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Projeto do MPPB já atendeu 58 vítimas de alienação parental, em CG

Mais de 50 crianças e adolescentes vítimas de alienação parental e/ou abandono afetivo, devido ao processo de separação dos pais, já foram atendidos pelo ‘Projeto Presente’, na Promotoria de Justiça…

Meteorologia prevê chuvas intensas na cidade de Patos, nesta segunda

Neste final de semana choveu bastante na região polarizada pela cidade de Patos, no Sertão paraibano. Segundo dados meteorológicos, em Patos, choveu bastante nos bairros como Maternidade, Santo Antônio, Bivar…