A Paraíba o tempo todo  |

Governador João Azevêdo lamenta morte do teatrólogo Eliézer Rolim

O governador João Azevêdo lamentou a morte do teatrólogo e cineasta Eliézer Rolim, ocorrida nessa quarta-feira (2), deixando uma grande lacuna na cultura e dramaturgia paraibanas.

Desde jovem, manifestou seu talento no teatro, arte que dominava com maestria e lhe rendeu prêmios nacionais por espetáculos como “Beiço de Estrada”, que mais tarde ganhou adaptação para o cinema; “Trinca mas não quebra” e “Como Nasce um cabra da peste”. Dirigiu ainda “Anjos de Augusto”, “Sinhá Flor”, “Adeus, Mamanita” e “Estrelas ao relento”.

Como cineasta, seu trabalho de destaque foi “O sonho de Inacim”, filme que faz um resgate da vida e obra do Padre Inácio de Sousa Rolim.

Era membro da Academia Paraibana de Cinema, membro fundador efetivo da Academia Cajazeirense de Artes e Letras (Acal), foi coordenador do Teatro Minerva, em Areia (PB), e era professor na UFPB.

O governador João Azevêdo se solidariza com familiares e amigos neste momento de dor e perda irreparável.

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe