Uma pedra no assunto. É assim que o presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino (PSB) irá se posicionar, a partir de agora sobre os desdobramentos que envolvem a polêmica Reforma na sede da Assembleia Legislativa da Paraíba, na gestão Gervásio Maia (PSB) e que provocou uma guerra de notas essa semana.

Galdino disse que quem tem propriedade para falar sobre o tema são os outros 35 parlamentares e também os funcionários da Casa e acrescentou que ele não mais tratará do tema – A Reforma e suas consequências.

“Quem quiser conversar sobre reforma da Assembleia que procure os outros 35 deputados que aqui estão. Eles vão falar sobre a reforma e suas consequências. Se os senhores quiserem também falar sobre o mesmo tema, que procurem falar com os funcionários que eles têm propriedade para falar sobre o tema – A reforma e suas consequências. Eu peço a permissão e a compreensão também para não mais falar nesse tema e peço que não me provoquem nesse sentido porque eu não quero mais voltar a esse tema. A reforma e suas consequências, com as palavras deputados e funcionários. Adriano Galdino já falou o que tinha para falar. Estou fora dessa conversa, desse debate”, arrematou.

 

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

CG recebe 14º Mutirão de Renegociação de Dívidas nesta 2ª

O Governo do Estado, por meio da Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-PB), realiza a partir desta segunda-feira (21) até sexta-feira (25) o 14º Mutirão de Renegociação de…

Nesta 2ª: Galdino recebe título de cidadão pessoense e medalha Epitácio Pessoa

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino, receberá, nesta segunda-feira (21), o título de cidadão pessoense e a medalha Epitácio Pessoa, durante sessão solene realiza em conjunto…