Por pbagora.com.br

 A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio de diversas secretarias, firmou um acordo de cooperação para reforçar a segurança na Capital durante o período dos festejos de carnaval. Dentre as determinações, ficou acordado que os festejos carnavalescos da Capital, terão que ser encerrados até as 2h da madrugada.

 

A reunião aconteceu nesta segunda-feira (17), na sede do Ministério Público da Paraíba, no Centro. Serão mais de 200 homens do efetivo da Guarda Municipal, que a PMJP disponibilizará nas ações preventivas do carnaval 2014.

 

O secretário de Segurança Urbana e Cidadania (Semusb), Geraldo Amorim, afirmou que a Guarda Municipal está empenhada em colaborar com o reforço da segurança. “O prefeito Luciano Cartaxo disponibilizou várias secretarias para vir a essa reunião, demonstrando a preocupação com a tranquilidade do evento. Vamos auxiliar as atividades da Polícia Militar com um reforço de 200 homens do nosso efetivo da Guarda”, garantiu.

 

A reunião, cujo objetivo era traçar estratégias de segurança para a população no período das prévias carnavalescas e nos quatro dias de Carnaval, contou com a participação das seguintes secretarias da PMJP: Infraestrutura (Seinfra), Segurança Urbana e Cidadania (Semusb), Meio Ambiente (Semam) e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), além da Procuradoria Geral do Município (Progem), Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) e a Autarquia Especial Municipal de Limpeza Urbana (Emlur).

 

Horários definidos

 

Durante a reunião também foram estabelecidos o horário de término do desfiles dos blocos que integram o Folia do Rua e também os das agremiações que desfilarão no Carnaval Tradição.

 

Os blocos do Folia de Rua que irão passar pela Avenida Epitácio Pessoa devem encerrar os desfiles até às 2h, enquanto os festejos nos polos em diversos bairros da Capital têm horário limite de término às 0h.

 

Em ambos os casos há tolerância de meia hora. Já o Carnaval Tradição deve encerrar as atividades até as 0h, sem qualquer tolerância.

Redação com Assessoria

Notícias relacionadas

Energisa deverá indenizar cliente que teve energia cortada com fatura paga

A Primeira Câmara Especializada Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba manteve a condenação da Energisa Borborema – Distribuidora de Energia S.A, por danos morais, no importe de R$ 8…

Utilização da internet cresce na PB e estado é 3º mais conectado do Nordeste

A internet era utilizada em 76,7% dos domicílios paraibanos em 2019, de acordo com o módulo de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios…