Por pbagora.com.br

A investigação contra o ex-candidato a prefeito de Bayeux, Diego Kipreço, está afunilando. Em 2020, Notícia de Fato aberta pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) apurou a denúncia de que ele e uma funcionária sua, Silvana Silva de Lima, no Supermercado Kipreço, foram funcionários fantasmas durante 2013 e 2016, quando ocuparam o cargo comissionado de Assessor Executivo na Secretaria de Desenvolvimento, Indústria e Comércio na gestão do ex-prefeito Dr. Expedito.

A situação de Diego Kipreço começa a se complicar quando o MPPB solicitou à Secretaria de Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Turismo de Bayeux as folhas de ponto dele durante o período em que foi vinculado à secretaria, mas a pasta respondeu que não foi possível localizar os arquivos.

Kipreço foi notificado, ainda, para apresentar defesa nos autos, mas simplesmente ignorou o fato de estar sendo investigado pelo Ministério Público. Chamou a atenção da Promotoria que, no período em que deveria ter trabalhado na Secretaria, Kipreço acumulou as funções de dono de um supermercado, sócio da empresa KAMPEER MASSAS ALIMENTICIAS e ainda de funcionário da JE ESTIVAS E CEREAIS LTDA.

Silvania Silva Lima, por sua vez, apresentou a defesa dentro do prazo requerido, porém, apresentou cartões de ponto apenas de 2019, quando já havia sido exonerada da gestão e trabalhava apenas no Comercial Kipreço.

Com a ausência de respostas e evidências que comprovem a inocência dos investigados, o promotor Demétrius Castor de Albuquerque Cruz, 4º promotor em substituição da Promotoria de Justiça de Bayeux, converteu a notícia de fato em inquérito civil e irá aprofundar as diligências e apurações para saber se houve enriquecimento ilícito e dano ao patrimônio público.

Feliphe Rojas

Notícias relacionadas

Justiça acata pedido do MPPB e proíbe evento festivo na PB

A Vara Única de Boqueirão concedeu, nesta sexta-feira (9/04), liminar requerida pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) em ação civil pública contra o estabelecimento “Palhoção do Forró”, localizado no município…

Governador João Azevêdo autoriza 254 promoções na Polícia Civil

O governador João Azevêdo autorizou 254 promoções de classes na Polícia Civil, contemplando delegados, peritos oficiais criminais, perito oficial médico-legal, perito oficial odonto-legal, perito oficial químico-legal, agentes de investigação, agentes…