A Paraíba o tempo todo  |

Família Miranda tenta ludibriar magistrados ao pedir justiça gratuita em ação de despejo contra família de pescador no Altiplano

A Família Miranda, que foi dona de vários lotes de terra nos bairros do Altiplano, Cabo Branco e Penha, está tentando enganar juízes e desembargadores para conseguir justiça gratuita em uma ação na qual pede a expulsão da família de um pescador de um terreno localizado no Altiplano.

Na ação, movida por Maria Jady Miranda, a defesa pediu a justiça gratuita, que é um recurso utilizado para que pessoas de baixa renda não tenham o direito do acesso à justiça tolhido. No caso da Família Miranda, sabe-se que se trata de pessoas abastadas e de várias posses.

EDIFÍCIO “JADY MIRANDA” que está sendo construído na beira mar do cabo Branco

Desconfiado de estar sendo ludibriado, o desembargador José Aurélio da Cruz pediu cópia da última declaração do Imposto de Renda, assim como dos três últimos meses de seus extratos bancários para comprovar a necessidade da justiça gratuita, pedido que não foi acatado pela defesa da agravante.

Confira:Despacho Custas (4)

Entenda

A família do pescador Chico Buchudo sofre desde 2016 com o assédio judicial da Família Miranda. Além disso, há episódios de ameaças e tentativas de retiradas forçadas por parte de pessoas ligadas à família.

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      1
      Compartilhe