Seis meses após a morte de Gabriel Diniz, a família revela o desejo de fazer um museu em homenagem ao cantor, vítima de uma queda de avião. No local estarão disponíveis os pertences, álbuns e conquistas de GD pelo hit “Jenifer”. Os bens do cantor se mantém intocados desde o acidente e ainda não há data para que sejam colocados em exposição.

“Depois da partida, vai fazer bem para nós. Ninguém consegue esquecer Gabriel. Nossa sensação é de que ele está viajando. Não podemos pensar nele com sentimento negativo. Ele era todo bom, mas queremos mostrar o melhor”, revela Cizinato Diniz, pai do forrozeiro.

“Tenho certeza de que Gabriel sempre será lembrado. Mas fazemos o possível e o impossível para ele estar presente e sua história se manter viva. Onde quer que ele esteja, quer nos ver felizes”, revela Karoline Calheiros, que estava noiva no cantor.

Extra

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Confira resultado final do concurso para servidores da UFCG

Lista contém as pontuações dos 4.297 candidatos não eliminados. A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), por meio da Comissão de Processos Vestibulares (Comprov), publicou nesta sexta-feira, dia 22, o…

Incêndio atinge lixão na cidade de Patos, no Sertão da Paraíba

Um novo incêndio atingiu o lixão no município de Patos, nesta quinta-feira (21). Segundo informações do Corpo de Bombeiros as chamas começaram por volta das 11h e até o início…