Por pbagora.com.br

Seis meses após a morte de Gabriel Diniz, a família revela o desejo de fazer um museu em homenagem ao cantor, vítima de uma queda de avião. No local estarão disponíveis os pertences, álbuns e conquistas de GD pelo hit “Jenifer”. Os bens do cantor se mantém intocados desde o acidente e ainda não há data para que sejam colocados em exposição.

“Depois da partida, vai fazer bem para nós. Ninguém consegue esquecer Gabriel. Nossa sensação é de que ele está viajando. Não podemos pensar nele com sentimento negativo. Ele era todo bom, mas queremos mostrar o melhor”, revela Cizinato Diniz, pai do forrozeiro.

“Tenho certeza de que Gabriel sempre será lembrado. Mas fazemos o possível e o impossível para ele estar presente e sua história se manter viva. Onde quer que ele esteja, quer nos ver felizes”, revela Karoline Calheiros, que estava noiva no cantor.

Extra

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Confira leis garantem direitos e bem-estar das pessoas com deficiência

Só quem convive com uma pessoa com deficiência sabe o quanto ela sofre para realizar algo simples. Você, com certeza, já deve ter ouvido, lido e, até, dito essa frase.…

Tarifa de água sofre reajuste e fica 7,19% mais cara na Paraíba

O paraibano vai passar a pagar mais cargo pela conta de água na Paraíba. O reajuste  é de 7,19% e foi autorizado por uma resolução da Agência de Regulação do…