A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

Faculdades na PB apresentam baixo desempenho na OAB

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou o resultado preliminar do 4º Exame de Ordem com o desempenho dos bacharéis de direito dividido pelas instituições nas quais eles se formaram.
Na Paraíba as universidades que tiveram melhores posições foram às públicas.

O melhor desempenho do Estado foi com a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) que aprovou 48,28% dos candidatos ficando na 20ª colocação. A segunda colocada foi Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) do campus de Guarabira que ficou em 34ª e aprovou 40% dos bacharéis e terceiro lugar com 31,19% dos aprovados ficou também com a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) do campus de Campina Grande em 58ª.

A pior instituição de ensino superior rankeada foi a Faculdade de Campina Grande Fac-CG que só aprovou apenas 4,55% dos bacharéis.

Confira o ranking das instituições superiores:

20ª – Universidade Federal da Paraíba (UFPB) – 48,28%
 

34ª – Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) – Guarabira – 40%
 

58ª – Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) – Campina Grande – 31,19%
 

68ª – Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) – 28,47%
 

167ª – Centro Universitário de João Pessoa (Unipê) – 16,69%
 

220ª – Faculdade Potiguar da Paraíba (FPB) – 14,81%
 

234ª – Instituto de Educação Superior da Paraíba (IESP) – 14,39%
 

249ª – Instituto Paraibano de Ensino Renovado (INPER) – 13,95%
 

271ª – Faculdade integradas de Patos (FIP) – 13,33%
 

296ª – Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas (FACISA) – 12,39%
 

366ª – Instituto Paraíba de Educação e Cultura (IPEC) – 11,11%
 

703 – Faculdade de Ensino Superior da Paraíba (FESP) – 5,48%
 

747ª – Faculdade de Campina Grande (FAC-CG) – 4,55%

 

O melhor desempenho foi dos bacharéis formados pela Universidade Federal do Sergipe (69,44% de aprovados), seguida pela Universidade Federal de MinasGerais (64,71%) e pela Universidade de São Paulo (63,76%).

Entre os piores desempenhos aparecem 30 instituições que não tiveram nenhum candidato aprovado. O OAB só avalia as instituições que possuem no mínimo dez estudantes inscritos.

Dos 121.309 inscritos na primeira fase do exame, até agora 18.002 conseguiram passar pelo funil da OAB. Para receber a carteirinha de advogado, o bacharel em Direito precisa passar por duas avaliações, uma prova objetiva (primeira fase) e outra discursiva (segunda fase).

Apenas 21.840 candidatos haviam passado para a segunda fase.

Os dados não consideram a análise dos recursos apresentados pelos candidatos, cujo resultado será divulgado no dia 4 de outubro.


Redação com Ig

 

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe