Por pbagora.com.br

A advogada e pré-candidata a prefeita de Sousa, sertão paraibano, Myriam Gadelha (PSC), revelou durante entrevista a uma emissora de rádio da cidade que entrou com um novo pedido de medida protetiva em desfavor do prefeito Fábio Tyrone poe estar recebendo telefonemas do gestor que é acusado de agredi-la a socos e pontapés, no apartamento dela, na madrugada do dia 7 de dezembro de 2018.

De acordo com Myriam ela tem medo de ser novamente agredida já que nos últimos dias Tyrone estava insistentemente fazendo ligações para o celular dela.

“Não sei porque esse cidadão ainda fica ligando pra mim, tenho medo do que possa acontecer comigo durante a campanha eleitoral, ele é muito violento,” declarou a advogada.

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Monitor registra forte aumento da área com seca na Paraíba em agosto

A última atualização do Monitor de Secas aponta que na Paraíba, em agosto, houve ligeira expansão da área de seca fraca no leste e intensificação do fenômeno, que passou da intensidade fraca para…

Promotoria recomenda criação e regularização de fundo para infância, em Pocinhos e Puxinanã

A Promotoria de Justiça de Pocinhos recomendou aos prefeitos de Pocinhos e Puxinanã, bem como aos presidentes dos Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) dos dois municípios…