A Paraíba o tempo todo  |

Juiz derruba decreto de Romero e proíbe bares e restaurantes de abrirem em CG

Em decisão liminar emitida na tarde desta quinta-feira (24), o juiz Ely Jorge Trindade derrubou o decreto 4.539/20, da Prefeitura Municipal de Campina Grande, permitindo que  bares e restaurantes abrissem as portas normalmente no natal e ano novo, contrariando decreto estadual.

Liminar – Decreto bares e restaurantes – CG

O descumprimento da decisão deve acarretar multa de até R$ 50 mil.

ENTENDA

Após o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, emitir decreto na contramão do Governo do Estado, autorizando a abertura de bares e restaurantes nos dias 24, 25, 31 de dezembro e 1º de janeiro, o Governo do Estado resolveu ir à Justiça para restringir o funcionamento desses estabelecimentos como medida de prevenção à covid-19.

O procurador do Estado, Fábio Andrade, entrou com uma ação civil pública junto à Justiça de Campina Grande com o intuito de anular o decreto municipal. De acordo com o procurador, a ação foi protocolada por volta das 11h desta quinta-feira.

Com base no decreto estadual, bares, restaurantes, lanchonetes e praças de alimentação devem fechar às 15h nos dias citados acima.

Fábio Andrade alega que o município não tem competência para flexibilizar uma norma editada pelo Governo do Estado, pois o prefeito só poderia editar decreto diferente, se fosse no sentido de aumentar a restrição.

 

PB Agora

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe