Mais de 35% dos municípios paraibanos estão em estado de emergência. São cerca de 300 mil pessoas em 79 cidades que estão sofrendo com a falta d’água e dependendo da entrega de 219 carros-pipa. Somente a Operação Pipa do 31º Batalhão de Infantaria Motorizado de Campina Grande (BIMtz), é responsável por levar diariamente mais de 1,2 milhões de litros de água para 70% destes municípios que estão em situação crítica.

O capitão Castelo Branco, que coordena o programa, informou que das 60 cidades que ficam sob a jurisdição de Campina Grande, apenas cinco não decretaram estado de emergência. O capitão informou que a Operação existe desde 1998 e que, neste ano, as primeiras solicitações de municípios com falta de água foram feitas ainda no mês de dezembro do ano passado.

“Desde o final do ano, a quantidade veio aumentando e atualmente estamos abastecendo 55 cidades nas áreas da Borborema, Brejo, Curimataú e Cariri”, revelou o capitão. Para abastecer as localidades atingidas pela seca, os “pipeiros” retiram água de quatro mananciais: no açude Gravatá, no UR9, em Santa Rosa, açude Caraibeira, em Picuí e açude Camalaú, no Cariri.

Correio da Paraíba

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: já passou da hora de abrir a caixa preta do setor de transporte público de João Pessoa

Desde sempre, há uma suspeita dos pessoenses acerca de uma suposta relação incestuosa do setor de transportes públicos com a Prefeitura de João Pessoa. Provavelmente, não há outro segmento tão…

Enem 2019: Inep firma convênio com mais uma instituição portuguesa

Agora, nota do Enem é aceita em 42 instituições de Portugal Mais uma universidade portuguesa vai adotar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na seleção de brasileiros…