O escritório do advogado Roosevelt Vital, atual secretário de Estado da Administração Penitenciária, continua atuando em causas do interesse da Associação de Defesa das Prerrogativas dos Delegados (Adepdel). A confirmação da informação foi dada pelo delegado Afrânio de Britto, presidente da entidade, ao PB Agora.

Com uma postura extremamente aguerrida nas negociações com o governo anterior, a Adepdel curiosamente assumiu um comportamento diferente na mesa de negociações do novo governo. Em sua última reunião com o então governador Cássio Cunha Lima, os representantes da entidade tiveram uma proposta concreta de reajuste, mas mesmo assim decidiram minutos em frente ao próprio Palácio da Redenção, retomar a greve por não ter sido aceita a proposta de reajuste.

Após três reuniões com o atual secretário de Segurança e Defesa Social, Gustavo Gominho, a Adepdel não apenas não avançou em conquistas salariais de qualquer espécie como, por fim, ainda acatou o prazo de 70 dias para o governo apresentar uma contraproposta para a categoria.

O presidente da entidade, Afrânio de Britto, garante que não há qualquer relação entre últimas decisões da direção da entidade com o fato do escritório de
Roosevelt Vita representar seus interesses. “Quem decide, no fim, é a categoria, em assembléia”, observa ele.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Localizado ponto usado pelo tráfico para armazenar armas e drogas

A Polícia Militar localizou uma casa abandonada que era usada pelo tráfico como ponto de apoio para armazenar armas e drogas, na comunidade do Castelinho, que fica na divisa das…

PSOL trata retomada dos transportes em JP como ‘tragédia anunciada’

A retomada dos transportes públicos em João Pessoa, Capital da Paraíba, ocorrida ontem, segunda-feira (06) foi classificada pelo presidente estadual do PSOL na Paraíba, Tárcio Teixeira, como ‘uma tragédia anunciada’.…