O Sindicato das Escolas Particulares da Paraíba resolveu investir no diálogo e vai enviar uma circular para todos os estabelecimentos particulares de ensino para que os inadimplentes possam negociar seus débitos até dezembro. Conforme o presidente da entidade, Odésio Medeiros, a tática de investir na negociação é para evitar que as dívidas sejam levadas à justiça.

 

A inadimplência nas escolas particulares na Paraíba atingiu 35% este ano até o mês de agosto. As negociações entre pais e escolas começam geralmente no último trimestre, antes de acabar o ano letivo, para que no período de renovação da matrícula a situação dos inadimplentes esteja resolvida.

 

São consideradas inadimplentes mensalidades em aberto há pelo menos 60 dias. A intenção é de que as instituições particulares de ensino esgotem todos os meios de negociação antes de efetuar uma medida judicial, mas os pais nem sempre colaboram com o funcionamento da escola e atrasam a mensalidade por até três meses. “Geralmente ficam inadimplentes até a metade do ano. Chega o período das férias escolares e os pais acabam gastando o dinheiro da mensalidade nas férias. Ou, de quatro mensalidades atrasadas, apenas pagam uma. É uma situação constrangedora para as escolas, precisamos de uma conscientização dos pais”, afirmou Odésio Medeiros.

 

Redação

 


Leia mais notícias sobre o mundo jurídico no Portal Juristas. Adquira seu certificado digital E-CPF ou E-CNPJ com a Juristas. Entre em contato através do WhatsApp (83) 9 93826000

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Sogro é preso após aplicar punição severa a nora que falou palavrão, na PB

A polícia prendeu, no final da manhã desta quarta-feira (21), um evangélico, no bairro do Róger, em João Pessoa, após o homem obrigar a nora a ficar de joelhos, durante…

Após preconceito contra deficientes, vereador se mobiliza na CMJP, em solidariedade

Bruno Farias apresentou, inclusive, (e aguarda execução) de emenda impositiva objetivando auxílio financeiro à entidade voltada à assistência de portadores de deficiência O vereador Bruno Farias prestou sua solidariedade à…