Policiais civis da Delegacia Seccional de Sousa, no Sertão paraibano, prenderam sete pessoas acusadas de praticar vários crimes, entre eles o de tortura, tráfico de drogas, latrocínio e roubo qualificado.

 

A primeira prisão aconteceu na terça-feira (1), quando o casal Manoela Lopes da Silva e Tiago Calixto da Silva foram autuados em flagrante acusados de torturar a irmã de Manuela, uma criança de dois anos. O crime foi na cidade de Sousa e, de acordo com as investigações, a menina vinha sofrendo agressões por parte do casal há vários dias. Na criança foram encontrados vários hematomas no rosto e braços, além de marcas de queimaduras de cigarro nas nádegas. Depois de serem ouvidos na delegacia, os dois foram encaminhados para os presídios da cidade, onde vão aguardar o julgamento.

 

Já na quarta-feira (2), foi preso o traficante Iran de Sousa Pedro de 33 anos. No momento da abordagem, os policiais encontraram na casa dele dez pedras de crack e R$ 180. Iran estava sendo investigado há alguns dias pelo Grupo Tático Especial (GTE) e já está recolhido no presidio de Sousa.

 

Nesta quinta-feira (3), o GTE de Sousa capturou Antônio Raimundo, conhecido por “Belo”. Antônio estava foragido da Justiça e tem mandado de prisão por roubo e latrocínio.

 

Michel Silva conhecido como “rolinha” também foi preso hoje (3). Ele estava tentando roubar alguns produtos de um mercadinho na cidade de Sousa quando foi surpreendido por policiais. Michel, que já cumpriu pena por roubo, foi encaminhado para o Presídio.

 

Na cidade de Pombal, sede da 19ª Área Integrada de Segurança Pública, policiais civis e militares conseguiram prender José Willian Cavalcante Cândido e apreender um adolescente. A dupla é acusada de tomar por assalto uma moto e em seguida roubar R$ 200 e vários objetos de um posto de combustíveis na cidade de São Bento.

 

O crime aconteceu nesta quarta-feira e a dupla foi presa às margens da rodovia estadual que dá acesso à cidade de Paulista. Os dois foram reconhecidos pelas vítimas e a moto e a arma usadas para cometer os crimes foram apreendidas. José Willian já está na Cadeia Pública de Pombal e o adolescente na unidade do CEA de Sousa.

 

O delegado da 19ª Seccional da Polícia Civil, Sylvio Rabello, frisou que a Polícia Civil está atenta a estes criminosos e que, isoladamente ou atuando em parceria e harmonia com a Polícia Militar, tem conseguido dar as respostas que a sociedade exige e merece.

Redação com Assessoria

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Fundação Casa de José Américo está aberta ao público no fim de semana

A Fundação Casa de José Américo vem registrando movimentação intensa, nos finais de semana e feriados. O espaço está aberto para visitação aos seus jardins, pomar, Museu, Mausoléu de José…

Vené recebe mais de 30 prefeitos e articula ações em favor de municípios da PB

O Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) recebeu esta semana mais de 30 prefeitos paraibanos, em audiências realizadas no seu Gabinete, no Senado Federal. Os prefeitos foram a Brasília solicitar…