Em fase final de apreciação pelo Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), o pedido de Inconstitucionalidade impetrado pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), sobre a lei de Emendas Impositivas da Câmara Municipal, ao que parece não deverá ser aprovado.

É que até o momento, 10 dos 19 desembargadores do TJ se posicionaram favoráveis a constitucionalidade da questão, ou seja, a medida terá que ser adotada pela PMJP.

O processo continua em andamento devido o pedido prorrogação do prazo para conceder seu voto sobre o dispositivo da desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti.

A referida Lei torna impositivas as emendas parlamentares apresentadas ao orçamento, no limite de 1,2% da receita corrente líquida do Município.

A não liberação dos recursos tem criado um clima de indisposição dos vereadores com o prefeito. Os parlamentares já protocolaram notícia-crime no Ministério Público da Paraíba (MPPB).

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Bebê de dois meses morre asfixiada em João Pessoa

Tragédia na Capital. Uma bebê de apenas dois meses morreu asfixiada após ser amamentada. Ela morava com a família no residencial Irmã Dulce, bairro Colinas do Sul, em João Pessoa.…

Detran-PB divulga calendário de vistorias do transporte escolar

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB) e o Ministério Público da Paraíba (MPPB) programaram o calendário de vistorias do primeiro semestre de 2020, para fiscalizar os transportes escolares dos municípios…