Em fase final de apreciação pelo Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), o pedido de Inconstitucionalidade impetrado pelo prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), sobre a lei de Emendas Impositivas da Câmara Municipal, ao que parece não deverá ser aprovado.

É que até o momento, 10 dos 19 desembargadores do TJ se posicionaram favoráveis a constitucionalidade da questão, ou seja, a medida terá que ser adotada pela PMJP.

O processo continua em andamento devido o pedido prorrogação do prazo para conceder seu voto sobre o dispositivo da desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti.

A referida Lei torna impositivas as emendas parlamentares apresentadas ao orçamento, no limite de 1,2% da receita corrente líquida do Município.

A não liberação dos recursos tem criado um clima de indisposição dos vereadores com o prefeito. Os parlamentares já protocolaram notícia-crime no Ministério Público da Paraíba (MPPB).

PB Agora

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Anísio Maia nega indicação de nome para a disputa pela PMJP, em 2020

Em nota encaminhada à imprensa, nesta terça-feira (22), o ex-deputado estadual Anísio Maia (PT) reagiu às declarações do presidente estadual da sigla, Jackson Macêdo (PT), que apontou o nome do…

Enem 2019: Inep firma convênio com mais uma instituição portuguesa

Agora, nota do Enem é aceita em 42 instituições de Portugal Mais uma universidade portuguesa vai adotar as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na seleção de brasileiros…