Por pbagora.com.br
Foto: Secom

João Azevêdo pleiteia em Brasília obras hídricas e assegura investimentos em habitação em reunião com ministro Rogério Marinho

O governador João Azevêdo se reuniu, nesta terça-feira (13), em Brasília, com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, ocasião em que pleiteou investimentos em recursos hídricos para o Sertão da Paraíba. O chefe do Executivo estadual também confirmou agenda com o ministro ainda esta semana no Estado, oportunidade em que serão autorizadas as obras de construção de 856 apartamentos no conjunto habitacional São Judas Tadeu I e II, em Patos.

De acordo com o gestor, os investimentos em recursos hídricos reivindicados pelo Estado são destinados à barragem Espinho Branco e à adutora Extremo Oeste. “São dois projetos importantes para a Paraíba, um que já tem convênio assinado e o outro que está para assinar. A adutora Extremo Oeste, por exemplo, vai levar água da barragem de São Gonçalo até a cidade de São João do Rio do Peixe”, explicou.

Foto: Secom

Já a autorização para a construção do conjunto habitacional São Judas Tadeu irá viabilizar um investimento superior a R$ 65,4 milhões na área de habitação. “Essa foi uma reunião extremamente produtiva e tivemos a oportunidade de avançar, principalmente, nos pleitos que a Paraíba tem junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional. Nós confirmamos a ida do ministro esta semana à Paraíba para autorizar o início das obras de 856 apartamentos em Patos e pretendemos que esses convênios também sejam formalizados nessa visita”, comentou o governador.

 

Secom

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Vídeo: Tovar Correia testa positivo para Covid-19 e emite comunicado

Em vídeo postado nas redes sociais na noite deste domingo (25), o deputado estadual Tovar Correia Lima (PSDB) confirmou que testou positivo para Covid-19. O parlamentar destacou, no entanto, que…

Natuba começa colheita da produção de uvas com orientação da Empaer

O município de Natuba começa a colheita da produção de uvas neste ano, que, apesar das restrições impostas pela pandemia, pode chegar a uma produtividade média de 30 toneladas na…