Na divisão interna do PSB, os aliados estão se vendo forçados a escolher entre duas forças: o ex-governador Ricardo Coutinho e o atual governador João Azevêdo. Para o Democratas (DEM), do deputado federal Efraim Filho, a sigla já tem sua decisão e acompanhará o gestão de João Azevêdo.

Com base na movimentação política atual e visando as eleições dos próximos anos, as legendas aliadas ao PSB vivem a expectativa de uma possível debandada do partido socialista caso João Azevêdo mude de legenda. Aliado político do PSB, o DEM já lembrou que possui um compromisso com o governador. “O Democratas compõe o Governo. Contribui com ele, com o secretário Efraim Morais. João tem demonstrado dialogo e capacidade de aglutinar”, destacou Efraim Filho.

Para o parlamentar, o ex-governador fez sua opção e isso deve ser respeitado, no entanto, na política é preciso ter coerência e, já que a sigla compõe a gestão estadual, nada mais justo que continuar na gestão. “Ricardo fez opções e a política é escolher lado”. “E o nosso lado é ao lado de João Azevêdo”, ressaltou.

OUÇA

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Em passagem por JP, ministro do STJ defende juiz de garantias

Em passagem por João Pessoa nesta sexta-feira (17), o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Reynaldo Soares da Fonseca, defendeu a implantação do “juiz de garantias”, determinação do presidente…

Estado da Paraíba: aumenta severidade da condição de seca grave

A última atualização do Monitor de Secas aponta que a Paraíba teve um aumento da severidade da condição de seca grave entre a região da Borborema e Agreste paraibano. No…