Na divisão interna do PSB, os aliados estão se vendo forçados a escolher entre duas forças: o ex-governador Ricardo Coutinho e o atual governador João Azevêdo. Para o Democratas (DEM), do deputado federal Efraim Filho, a sigla já tem sua decisão e acompanhará o gestão de João Azevêdo.

Com base na movimentação política atual e visando as eleições dos próximos anos, as legendas aliadas ao PSB vivem a expectativa de uma possível debandada do partido socialista caso João Azevêdo mude de legenda. Aliado político do PSB, o DEM já lembrou que possui um compromisso com o governador. “O Democratas compõe o Governo. Contribui com ele, com o secretário Efraim Morais. João tem demonstrado dialogo e capacidade de aglutinar”, destacou Efraim Filho.

Para o parlamentar, o ex-governador fez sua opção e isso deve ser respeitado, no entanto, na política é preciso ter coerência e, já que a sigla compõe a gestão estadual, nada mais justo que continuar na gestão. “Ricardo fez opções e a política é escolher lado”. “E o nosso lado é ao lado de João Azevêdo”, ressaltou.

OUÇA

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Secretário de Saúde da PB faz alerta sobre Covid-19: “Mata jovens também”

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, chamou atenção dos paraibanos em relação ao perigo da disseminação de fake news através das redes sociais. Medeiros argumentou que a melhor…

Ivan Burity tem AVC confirmado e está na UTI do Hospital Memorial

Após passar mal e desmaiar no momento em que realizava uma caminhada na manhã desta terça-feira, 31, o ex-secretário executivo do Turismo da Paraíba e um dos investigados na Operação…