Dois homens foram presos, na tarde deste domingo (27), ao tentar fraudar as provas do concurso para Fundac (Fundação Desenvolvimento da Criança e do Adolescente Alice de Almeida)  na faculdade Maurício de Nassau, localizada na Avenida Epitácio Pessoa, em João Pessoa, na Paraíba.

Segundo informações, o candidato Willames Gomes dos Santos, que se inscreveu no certame, contratou, pela quantia de R$ 10 mil, o  agente penitenciário do Ceará Jefferson Carlos Souza para fazer a prova em seu lugar.

Para poder enganar os fiscais, Jefferson pegou todos os dados de Willames e comprou um documento falso por R$ 400 em Serra Talhada, no interior de Pernambuco.

Willames estava na calçada da faculdade aguardando seu parceiro terminar a prova no seu lugar, quando foi abordado por policiais da Força Tática da PM, que agiram com apoio do Serviço de Inteligência.

Questionado sobre o motivo de estar ali, ele afirmou que iria fazer a prova. Porém, quando os policiais foram averiguar o fato, viram que havia outra pessoa fazendo o concurso no seu lugar.

Os policiais acompanharam a dupla até uma pousada na orla pessoense onde os dois estavam hospedados, onde encontraram o distintivo do agente, além de uma pistola .40, de uso restrito. A dupla foi levada à Central de Polícia Civil, no bairro do Geisel.

Pela participação no crime, o agente  pode ser expulso do cargo que ocupa, no Estado Cearense.

Redação

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Incêndio destrói parte de fábrica de calçados em Campina Grande

Na noite dessa terça-feira (19), um incêndio atingiu parte de uma empresa de calçados, localizada no bairro do Bodocongó, em Campina Grande. O Corpo de Bombeiros enviou três viaturas de…

Vaqueiro cai de cavalo e é socorrido em estado grave pelo Acauã, na PB

Na manhã desta quarta-feira (20), um vaqueiro caiu de um cavalo na cidade de Mogeiro e foi socorrido em estado grave pelos paramédicos do helicóptero Acauã, da Polícia Militar. O…