A Paraíba o tempo todo  |

Documento da Funasa inocenta Batinga; veja

Documento da Funasa inocenta Carlos Batinga que confirma acionar a Justiça contra os que lhe acusaram indevidamente

Incompetência, irresponsabilidade e desespero, foi assim que Carlos Batinga definiu a atitude da assessoria Jurídica e de comunicação da administração municipal de Monteiro que no final de semana fizeram veicular uma nota atribuindo fatos inverídicos contra o ex-prefeito e ex-deputado.

De acordo com a nota divulgada, Monteiro estaria sem receber recursos federais por conta de um convênio de nº 276/2004, proveniente da FUNASA. A nota diz ainda que Carlos Batinga teria que devolver aos cofres Públicos um valor superior a R$ 436,326,59, por irregularidades no citado convênio.

Acontece que ao receber a notícia das acusações o ex-Prefeito Carlos Batinga, compareceu pessoalmente a FUNASA em João Pessoa na manhã desta segunda-feira (12), para verificar do que se tratava tais acusações.

No entanto, Carlos Batinga foi informado que o convênio 276/2004 não foi executado na sua gestão, pois apesar de assinado por ele, os recursos só foram liberados em setembro de 2005, quando o mesmo já não era mais o Prefeito do município, portanto nada tem haver com a execução do convênio em questão.

Carlos Batinga, apesar de ter sido informado pela FUNASA de que não teve participação na execução do referido projeto, procurou mais detalhes e descobriu que o valor informado pela assessoria da prefeitura também não corresponde, pois o valor total do convênio 276/2004 foi de R$ 197.988,84, ou seja, metade do que foi publicado pelos assessores de Edna Henrique e que o projeto foi executado em torno de 98% faltando tão somente o certificado do CREA para encerramento do mesmo.

“Esse desespero com certeza é em função de recentes pesquisas interna, realizada em 50 municípios da Paraíba que apontou a prefeita de Monteiro com o maior índice de rejeição e a pior administração entre todos os gestores envolvidos na pesquisa.” Disse Batinga.

O ex-Prefeito ainda comentou que lhe acusaram sem provas documentais, pois o convênio 276/2004 não foi executado por ele, porém fez questão de dizer que ele sim tem documentos da FUNASA comprovando o que está dizendo, inclusive enviou o referido documento junto a esta matéria e que por conta disso estará acionando a Justiça para processar todos os que de forma irresponsável e sem conhecimento da causa tentaram denegrir sua imagem.

Para finalizar, Carlos Batinga fez questão de agradecer as centenas de ligações telefônicas que recebeu de seus amigos e conterrâneos se solidarizando pelo o ato irresponsável cometido contra ele em uma matéria totalmente sem qualquer procedência, irresponsabilidade esta, cometida por pessoas que fazem parte da administração municipal e que a Justiça punirá quem culpado for. Disse ainda que aqueles que conhecem sua história como cidadão,gestor público e privado, sabem de sua conduta de ética e responsabilidade, diferentemente dos que lhe acusam que por invenções como esta, mostram que são desprovidos de qualquer caráter.

Confira abaixo o documento:

 

 

 

 

Ascom

PUBLICIDADE
    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe