Nesta quinta-feira (27), a Polícia Federal deflagrou a Operação Raio X, em Campina Grande.

O objetivo da ação é apurar a possível ocorrência de fraude contra o Ministério da Saúde.

Os indícios são de que um aparelho tomógrafo apresentado como de propriedade de uma fundação assistencial na área de saúde na verdade estaria
instalado em uma clínica particular na cidade.

A fraude teria causado prejuízos aos cofres públicos no montante de R$ 1.646.600,00.

PB Agora

 


Veja como adquirir a certificação digital para pessoa física sem burocracia

 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Na Paraíba, menino realiza sonho de ter a PRF em aniversário de 8 anos

Um garoto de oito anos foi surpreendido com a presença de policiais rodoviários federais em sua festa de aniversário ocorrida no último sábado (07). A Central da PRF recebeu uma…

Análise: movido pela falta de concorrente, Raoni põe nome na disputa pela PMJP

Motivado, sobretudo, pela ausência de postulantes com perfil que correspondam às expectativas dos pessoenses, o ex-vereador Raoni Mendes lançou-se nesta segunda-feira (9/11) à condição de pré-candidato a prefeito de João…