Para quem tinha dúvida de que com uma folha salarial baixa era quase impossível um time chegar a primeira divisão do Campeonato Paraibano de Futebol a diretoria da Desportiva Guarabira, mostrou o contrário. À volta à elite do futebol paraibano, seis anos depois, foi planejada de forma cautelosa pela diretoria do time de Guarabira, conforme admitiu na manhã de ontem o seu presidente Domingos Sávio.

Com uma folha de pagamento em torno de R$ 30 mil, tudo foi organizado milimetricamente até chegar ao acesso, conquistado na noite da última quarta-feira, no Estádio Sílvio Porto, em Guarabira, após a vitória de 3 a 0 sobre o Sport Campina, no segundo e decisivo jogo das semifinais da 2ª Divisão do Estadual 2017.

O título da Segundona para a Desportiva Guarabira é, a partir de agora, mera consequência. Com vaga garantida na final, a equipe aguarda o confronto entre São Paulo Cristal x Nacional de Patos, que deveria ter ocorrido ontem, mas foi cancelado por decisão do Tribunal de Justiça Desportiva de Futebol da Paraíba (TJDF-PB). “Nosso objetivo maior era o acesso e isto já conseguimos. Vamos agora trabalhar a volta e a permanência na elite do futebol paraibano”, afirmou o presidente, que cita a torcida como seu maior patrimônio.

“A torcida nos ajudou bastante. Quem esteve no Estádio Sílvio Porto na partida contra o Sport Campina, quando conseguimos o acesso, pode ver centenas de apaixonados”, disse ele, lembrando que a Desportiva Guarabira não pode ficar fora da elite do futebol estadual. “Um clube desse tamanho tem que está sempre em disputa contra os principais times da Paraíba. É uma injustiça ficarmos de fora”, afirmou.

A última vez que a Desportiva Guarabira disputou a Série A do Campeonato Paraibano foi em 2011, quando foi rebaixado à 2ª Divisão. No ano seguinte (2012), tentou o acesso, porém, não obteve sucesso. Três anos depois (2015), nova decepção. No ano passado, até que tentou disputar a Segundona, mas preferiu melhor se organizar para conseguir o objetivo em 2017.

 

Redação com Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Energisa dá dicas para que o consumo de energia no isolamento não aumente

A família mais tempo em casa, trabalho à distância (teletrabalho ou homeoffice) e intensificação de trabalhos artesanais podem ser sinônimo de conta de energia mais alta no fim do mês, mas…

PMCG inicia diálogo para reverter paralisação do transporte coletivo

Durante entrevista na manha desta quinta-feira, o Superintendente da STTP, Félix Neto, se mostrou surpreso com a paralisação total dos serviços da frota de transporte coletivo de Campina Grande, ordenada…