Por pbagora.com.br

O desembargador Ricardo Vital do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), decidiu não receber denúncia do Ministério Público Estadual (MPPB) em desfavor do comunicador Fabiano Gomes, que, agora, responderá na primeira instancia a possível tentativa de extorsão.

A inclusão do investigado nos altos da Operação Calvário solicitado pelo MP, está descartada por provas suficientes no processo.

A denúncia feita pelo GAECO ao desembargador Ricardo Vital contra Fabiano Gomes, foi feita ainda quando o comunicador estava em prisão temporária no presídio do Róger em João Pessoa.

Com informações do Resenha Política

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

TRE-PB acompanha investigação sobre apreensão de R$ 128 mil dentro de veículo

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE), desembargador José Ricardo Porto afirmou, em entrevista nesta sexta-feira (23) que a corte estará atenta aos crimes cometidos durante a campanha.…

Covid: Cajazeiras, Guarabira e JP registram o maior número de casos nas últimas 24h na PB

Nesta sexta, 23 de outubro, a Paraíba registrou 494 novos casos de Covid-19 e 09 óbitos confirmados desde a última atualização, 06 deles ocorridos nas últimas 24h. Os casos confirmados…