O desembargador Ricardo Vital do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), decidiu não receber denúncia do Ministério Público Estadual (MPPB) em desfavor do comunicador Fabiano Gomes, que, agora, responderá na primeira instancia a possível tentativa de extorsão.

A inclusão do investigado nos altos da Operação Calvário solicitado pelo MP, está descartada por provas suficientes no processo.

A denúncia feita pelo GAECO ao desembargador Ricardo Vital contra Fabiano Gomes, foi feita ainda quando o comunicador estava em prisão temporária no presídio do Róger em João Pessoa.

Com informações do Resenha Política

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Romero anuncia abertura de bares, restaurantes e academias, a partir de 2ª

Na manhã desta sexta-feira (10), o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, confirmou a reabertura de bares, restaurantes, academias e parques no município a partir da próxima segunda-feira (13). De…

Leis aprovadas na ALPB durante pandemia beneficiam diretamente a população

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) aprovou leis que estão fazendo a diferença no cotidiano dos paraibanos, durante a pandemia do coronavírus (Covid-19). Os parlamentares têm apresentado propostas que alcançaram…