A Paraíba o tempo todo  |
PUBLICIDADE

DER inicia construção de muro para alargar pista paralela a BR-230 próxima à sede dos Correios, em JP

Foto: reprodução / google maps

O Departamento de Estradas de Rodagem da Paraíba (DER-PB) vai iniciar, na próxima segunda-feira (19), a construção de um novo muro na sede dos Correios e Telégrafos, em João Pessoa, para viabilizar a execução das obras do Viaduto na BR-230, nas proximidades da sede da Prefeitura Municipal, em Água Fria, e melhorar o fluxo de tráfego de veículos entre os bairros Cristo Redentor, Ernesto Geisel, José Américo e Mangabeira, bem como o fluxo contínuo na rodovia federal entre o Estádio Almeidão, Centro Administrativo Municipal, Ceasa e Polícia Rodoviária Federal.

A liberação de parte da área dos Correios estava dependendo de autorização da direção central do órgão federal, em Brasília, que foi concedida nesta sexta-feira (16). Após intermediação do Governo do Estado, o DER recebeu o sinal verde para iniciar a construção do muro e, em seguida, iniciar as obras de alargamento da pista de rolamento hoje já existente.

O termo do acordo de liberação de faixa de terras e relocação de benfeitorias para execução das obras na sede dos Correios, no bairro do Cristo, foi assinado nesta sexta-feira (16) pelo superintendente estadual dos Correios, Jackson Silva Henrique, pelo superintendente do DER, Carlos Pereira de Carvalho e Silva, e como testemunhas assinaram José Arnaldo de Sousa Lima e Francisco Euson.

O superintendente do DER, Carlos Pereira de Carvalho e Silva, reunido com os representantes dos órgãos envolvidos diretamente com a obra, pediu o apoio de todos para que o novo viaduto seja construído dentro do prazo estabelecido, por se tratar de um trecho da rodovia de grande movimentação viária. O dirigente também agradeceu o apoio da direção local dos Correios, que se empenhou para a liberação do terreno para a construção do muro.

A CLC, empresa responsável pela obra de construção do viaduto sobre a BR-230, que vai ligar o Bairro de Água Fria à Rua Ranieri Mazzili, no Cristo Redentor, atualmente, segundo o gestor Francisco Romário, está executando a fundação de 70 estacas e, logo após, começa a construção dos pilares do viaduto.

O novo viaduto tem um investimento de R$ 24,4 milhões, visando resolver um dos maiores problemas de mobilidade urbana de João Pessoa, que deverá ter uma solução definitiva, por meio da intervenção do Governo do Estado. Estima-se que o viaduto beneficiará pouco mais de 825 mil habitantes da nossa capital.

Como parte do projeto, o DER, por meio da construtora, já fez a pavimentação das ruas em torno da obra, visando desafogar o trânsito na região e melhorar a mobilidade das pessoas enquanto a obra estiver em andamento.

 

Secom

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe
      PUBLICIDADE
      ×