Por pbagora.com.br

O Projeto de Lei que previa sanções para os servidores públicos que se recusassem a tomar a vacina contra a covid-19, foi retirado de tramitação pelo autor e líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Barbosa.

De acordo com ele o número de doses que o Ministério da Saúde encaminhou ao estado é insuficiente para uma imunização em massa.

“Não há como exigir vacinação se não há doses suficientes para todo mundo”, justificou.

O referido projeto de lei previa uma série de restrições de direitos a quem se recusasse a se vacinar.

“Perdeu o sentido. Não vejo a hora da Paraíba ser contemplada com número suficiente de vacinas para acabar com essa terrível pandemia” declarou.

PB Agora

Notícias relacionadas

CG: MPs pedem maior fiscalização em estabelecimentos para cumprirem decreto

Os Ministérios Públicos na Paraíba (MPT, MPF e MPPB) recomendaram aos órgãos de fiscalização de Campina Grande a intensificação das fiscalizações na cidade, para multar e até interditar os estabelecimentos…

Governador lamenta morte do empresário José Carlos

O governador João Azevêdo lamentou, com pesar, a morte do empresário José Carlos da Silva Júnior, presidente do Grupo São Braz e proprietário das TVs Cabo Branco e Paraíba. Ele…