Por pbagora.com.br

O deputado estadual Moacir Rodrigues, do PSL, admitiu, pela primeira vez, durante entrevista nesta terça-feira (14), a possibilidade de deixar os quadros do PSL paraibano, todavia, condicionou a medida à saída do presidente Jair Bolsonaro da agremiação. Moacir disse que acompanha o presidente para qualquer partido que ele migrar, já que ingressou na legenda para corroborar com a candidatura do presidente.

– Saio na hora. Eu acompanho o presidente Bolsonaro. Têm laranjas em todos os partidos, e isso precisa ser apurado, é importante que seja apurado. O Brasil precisa ser passado a limpo, e tem passado – afirmou.

A crise que se instaurou dentro diretório nacional do Partido Social Liberal (PSL), começou partir de um vídeo divulgado recentemente, onde Jair Bolsonaro criticou diretamente o presidente nacional da legenda, Luciano Bivar, e declarou que o político “está queimado pra caramba”, deu-se início à especulações sobre possível saída do presidente da república do partido.

 

 

Notícias relacionadas

Hemocentro suspende atendimento sábado para sanitização

O Hemocentro da Paraíba vai suspender o atendimento aos doadores neste sábado (27) para realizar sanitização e dedetização de todos os ambientes.  O atendimento será retomado na segunda-feira (1º de março),…

PM vai atuar para evitar aglomeração por jogo do Flamengo nesta quinta

Por conta dos jogos final do Campeonato Brasileiro de Futebol que ocorrem na noite desta quinta-feira (25), a Polícia Militar e demais forças de segurança da Paraíba intensificarão a fiscalização…