desA defesa do comunicador Fabiano Gomes, preso na manhã desta terça-feira (10) no âmbito da 8ª fase da Operação Calvário, alegou que o radialista está sofrendo retaliação.

De acordo com os advogados, Fabiano teria feito denúncias em seu portal de notícias contra os investigados no esquema de desvio de recursos e a citação do seu nome teria ocorrido por vingança.

A defesa ainda negou extorsão por parte de radialista e que a arma encontrada na sua casa seria do seu segurança.

Radialista deve seguir para o Presídio do Róger

O relator da Operação Calvário no Tribunal de Justiça da Paraíba, desembargador Ricardo Vital de Almeida, determinou a prisão temporária do radialista Fabiano Gomes da Silva, pelo prazo de cinco dias. Fabiano Gomes deve ser encaminhado ao Presídio do Róger.

Além da prisão, na manhã desta terça-feira foi determinada a realização de busca e apreensão nos endereços de Fabiano Gomes, Politika Comunicação e Editorial Ltda – ME.

 

PB Agora

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

PB recebe R$ 5,3 milhões do MPT para combate e prevenção à Covid-19

O Ministério Público do Trabalho destinou, em cerca de uma semana, mais de R$ 61 milhões para auxiliar Estados e municípios no combate à pandemia do novo Coronavírus no país.…

Em março nível do Açude de Boqueirão aumentou 8,54 metros; Veja os demais mananciais

Este mês de março vem sendo um dos melhores períodos de cheias dos últimos anos para a região do Cariri em especial para o Açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, que…