Por conta do avaço do Covid-19, a Defensoria Pública solicitou informações sobre o trabalho de coveiros, em João Pessoa.
O órgão encaminhou ofício à Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) requerendo informações sobre as condições de trabalho de coveiros/sepultadores da capital. Tendo em vista que João Pessoa é o caso com o maior número de casos, o órgão quer saber se as regras estão sendo seguidas. Foi dado o prazo de cinco dias úteis para o fornecimento das informações.

O ofício dirigido a Secretaria de Desenvolvimento Urbano do município e é assinado pelas coordenadoras do Núcleo de Mediação em Saúde, Remédios Mendes, e do Núcleo de Direitos Humanos e da Cidadania, Lydiana Cavalcante.

As defensoras públicas querem saber se os sepultamentos que estão ocorrendo na cidade de João Pessoa, quando há casos confirmados ou com suspeita da Covid-19, estão observando as normas da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa). Também foi questionado qual é o número de coveiros municipais existentes e se esses profissionais recebem apoio psicológico.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Abrigo de idosos tem 14 casos confirmados da Covid-19, em João Pessoa

m Abrigo de idosos tem 14 casos confirmados da Covid-19, em João Pessoa. Trata-se do Vila Vicentina que tem oito idosos confirmados para a doença e que estão em isolamento…

Wilson Filho critica individualismo da Unimed-JP após judicialização de lei que amplia atendimento

O deputado estadual Wilson Filho (PTB) criticou a Unimed João Pessoa por judicializar a lei 11.686/2020, denominada de “Fila Zero”, que permite ao Governo do Estado internar pacientes do Sistema…