Por pbagora.com.br

A Defensoria Pública do Estado da Paraíba (DPE-PB), por meio do Núcleo de Direitos Humanos e da Cidadania (Necid) de Campina Grande, obteve uma liminar para suspender decisão proferida pelo Juízo da 2ª Vara da Fazenda Pública, em ação de reintegração de posse ajuizada pelo Município de Campina Grande contra cerca de 150 famílias ocupantes de uma área situada no bairro do Cruzeiro.

O agravo de instrumento foi elaborado pelos defensores públicos Marcel Joffily e Philippe Mangueira, e protocolado ainda ontem (quarta-feira), durante o plantão judiciário.

A decisão proferida pela 2ª Vara da Fazenda havia determinado a expedição de mandado de reintegração de posse em favor do município e contra os ocupantes da área, inclusive com utilização de força policial, se necessário. Além disso, o município de Campina Grande havia informado no processo, no último dia 21 de dezembro, que a desocupação havia sido agendada para o próximo dia 29 de dezembro, às 7h, requerendo ao juízo que fossem comunicadas a Cagepa, Energisa e a Polícia Militar.

A Defensoria tomou conhecimento do processo na última terça-feira (22). No dia seguinte, reuniu fotografias e vídeo da área ocupada e interpôs, durante o plantão judiciário, agravo de instrumento contra a apontada decisão, alegando várias nulidades processuais, especialmente o fato de que a Defensoria Pública não havia sido intimada para participar do processo na qualidade de custos vulnerabilis, ou seja, na qualidade de “guardiã dos vulneráveis”, conforme determina o Código de Processo Civil em seu art. 554, §1º, do CPC.

A Defensoria alegou, ainda, que o Município de Campina Grande não havia apresentado qualquer plano de realocação das famílias ocupantes de tal área, de modo que a expulsão destas do local agravaria ainda mais um problema social, e que sequer houve a elaboração de um Estudo de Situação, pela Polícia Militar, para fins de realização de uma desocupação pacífica.

Redação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Covid: por falta de oxigênio em hospitais do AM, JP receberá dez pacientes de Manaus

Na manhã desta quinta-feira (14), o estado do Amazonas comunicou a falta de oxigênio para pacientes internados em hospitais de Manaus. Após o anúncio e para atender solicitação do Ministério…

Pagamentos de editais da Lei Aldir Blanc serão retomados dia 22

Os classificados nos 12 editais lançados pela Lei Aldir Blanc na Paraíba, que ainda não receberam seus pagamentos, terão esse dinheiro creditado a partir do dia 22 de janeiro, data…