Na última quarta-feira (4), na secretaria de administração do Estado, os defensores públicos se reuniram com o Secretário de Administração do Estado, Gustavo Nogueira e o Secretário de Finanças do Estado, Milton Gomes, para reivindicaram reajuste salarial.

 

Eles dizem estarem conscientes com as condições financeiras do estado, mas admitem ter o pior salário do Brasil.

 

Na próxima segunda-feira (9), haverá uma nova reunião onde Milton Gomes apresentará o levantamento das condições financeiras do estado e de quanto poderá ser o reajuste.

 

Segundo o defensor do estado, Otávio Gomes, a classe está consciente que o governo não tem condições de conceder um aumento que eles gostariam. “Sei que as condições financeiras do Estado não permitem um alto reajuste, mas também não podemos continuar recebendo um salário tão baixo”, afirma Otávio.

 

Após a reunião, a classe de defensores juntamente com o sindicato e a associação dos Defensores Públicos avaliarão a proposta do governo e caso o aumento não corresponda as suas expectativas, eles poderão iniciar greve.
 

PB Agora
 

Total
0
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Incêndio em apartamento deixa duas pessoas feridas, no Geisel

Um curto-circuito em um ventilador pode ter causado um incêndio em um apartamento, localizado no Geisel, em João Pessoa que culminou com duas pessoas feridas no início da tarde desta…

Paraíba reduz em mais de 22% o número de homicídios e é destaque nacional

Nove meses de redução de homicídios, acumulando uma queda de 22,1% das ocorrências em relação ao mesmo período do ano passado. Essa é a realidade da Paraíba, único Estado do…