Na última quarta-feira (4), na secretaria de administração do Estado, os defensores públicos se reuniram com o Secretário de Administração do Estado, Gustavo Nogueira e o Secretário de Finanças do Estado, Milton Gomes, para reivindicaram reajuste salarial.

 

Eles dizem estarem conscientes com as condições financeiras do estado, mas admitem ter o pior salário do Brasil.

 

Na próxima segunda-feira (9), haverá uma nova reunião onde Milton Gomes apresentará o levantamento das condições financeiras do estado e de quanto poderá ser o reajuste.

 

Segundo o defensor do estado, Otávio Gomes, a classe está consciente que o governo não tem condições de conceder um aumento que eles gostariam. “Sei que as condições financeiras do Estado não permitem um alto reajuste, mas também não podemos continuar recebendo um salário tão baixo”, afirma Otávio.

 

Após a reunião, a classe de defensores juntamente com o sindicato e a associação dos Defensores Públicos avaliarão a proposta do governo e caso o aumento não corresponda as suas expectativas, eles poderão iniciar greve.
 

PB Agora
 

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Motos na PB estão envolvidas em 75% dos acidentes de trânsito e frota cresceu assustadoramente

As motos continuam fazendo vítimas na Paraíba e elevando as estatísticas de acidentes e mortes nas estradas. Segundo dados do Departamento de Trânsito da Paraíba (Detran-PB), os acidentes de motos…

Litoral da PB tem três praias impróprias para banho; maré chega a 0,4 m

O litoral paraibano tem três impróprias para banho neste final de semana. De acordo com o relatório divulgado pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), os banhistas devem evitar…