Após denúncias, Conselho constatou diversas irregularidades como a aplicação de psicotrópicos sem receita médica

 

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) interditou eticamente, na manhã desta quinta-feira (26), a Comunidade Terapêutica Luz da Vida (CTLV), no município de Pitimbu/PB, a 56 km de João Pessoa. A pedido do Ministério Público do Estado, a equipe de fiscalização do CRM-PB vistoriou a comunidade e constatou diversas irregularidades. Desta forma, os médicos do local estão interditados eticamente a partir da meia noite desta sexta-feira (27) e não poderão prestar seus serviços até que as inconformidades sejam resolvidas.

De acordo com o diretor de fiscalização do CRM-PB, João Alberto Pessoa, estavam sendo aplicados medicamentos psicotrópicos nos pacientes sem prescrição médica, o que motivou denúncias de pacientes e familiares. Além disso, o local não conta com médicos todos os dias, nem equipe de saúde, não havia prontuários dos pacientes internados e alguns médicos não possuíam registro na Paraíba.

“Nossa equipe encontrou diversas irregularidades que motivaram a interdição ética do local. A clínica não pode funcionar desta forma e só será desinterditada pelo CRM após a correção desses problemas”, disse João Alberto. O CTLV é um centro de tratamento de dependência química, privado, localizado em praia Bela, no município de Pitimbu.

Formato Assessoria de Comunicação

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Opinião: Polícia Militar redime a imagem da Paraíba em rede nacional de TV

Três semanas depois de muito bombardeio na imagem da Paraíba no noticiário nacional de TV, com relatos de casos de corrupção, eis que no programa Fantástico da Rede Globo, de…

AMPB emite nota rebatendo declarações de Nilvan Ferreira sobre Calvário

A Associação dos Magistrados da Paraíba (AMPB) emitiu nota nesta terça-feira (21) onde se contrapôs aos comentários feitos nessa segunda-feira (20) pelo radialista Nilvan Ferreira na rádio 98 FM. De…