Por pbagora.com.br

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) elegeu sua nova diretoria, na manhã desta quinta-feira (1º), que terá mandato de 1º de abril de 2021 a 30 de setembro de 2023. Compareceram à eleição os 20 conselheiros titulares, aptos a escolher uma nova chapa para liderar o Conselho nos próximos dois anos e meio. Venceu a chapa apoiada pelo então presidente Roberto Magliano de Morais.

A eleição para a escolha da nova diretoria aconteceu durante reunião plenária do corpo de conselheiros. O conselheiro João Modesto, que era o segundo vice-presidente do CRM-PB, será agora o presidente. Além dele foram escolhidos os novos ocupantes que compõem a diretoria: primeiro e segundo vice-presidentes, primeiro e segundo secretários, corregedor e vice, tesoureiro e vice.

Roberto Magliano, portanto, deixa a presidência do Conselho e enaltece a nova diretoria, que teve o seu apoio na eleição. “Tenho certeza que o CRM-PB continuará exercendo um trabalho fundamental na defesa de questões primordiais para a categoria médica e para a assistência à saúde da população”, disse.

O novo presidente, João Modesto, ressaltou que há muito trabalho a ser realizado nos próximos trinta meses em defesa da boa medicina e do bem-estar da sociedade. “Fizemos uma escolha democrática, com todos os conselheiros efetivos exercendo o direito de voto”, afirmou.

Nova diretoria do CRM-PB:

Presidente: João Modesto Filho

Primeiro-Vice-Presidente: Antônio Henriques de França Neto

Segunda-Vice-Presidente: Débora Eugênia Braga Nóbrega Cavalcanti

Secretária: Luciana Cavalcante Trindade

Segundo-Secretário: Walter Fernandes de Azevedo

Tesoureiro: Heraldo Arcela de Carvalho Rocha

Segundo-Tesoureiro: Bruno Leandro de Souza

Corregedor: Klecius Leite Fernandes

Vice Corregedor: Valdir Delmiro Neves

Notícias relacionadas

Covid: PB registra 21 mortes neste sábado; Estado já aplicou 755.947 doses

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, neste sábado (17), 1.124 casos de Covid-19. Entre os confirmados hoje, 71 (5,15%) são casos de pacientes hospitalizados e 1.306 (94,85%) são…

Novos contratos da EMLUR garantem economia de quase R$ 10 milhões para PMJP

As duas empresas que assumem a partir desta semana a coleta de lixo em João Pessoa vão garantir uma economia de R$ 9,4 milhões ao erário nos 6 meses do…