Por pbagora.com.br

A Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) recebeu, na manhã desta segunda-feira (29), uma série de relatos que indicam que golpistas estão utilizando o nome do prefeito Cícero Lucena para arrecadar dinheiro. Os criminosos estão fazendo uso de grupos de WhatsApp para solicitar depósitos que seriam utilizados em campanhas relacionadas à pandemia da Covid-19. O gestor, no entanto, alerta que não é o responsável pelos pedidos.

“Eu me dirijo a todos os meus amigos e à população em geral para alertar sobre o que está acontecendo. Algumas pessoas já me procuraram por ter caído no golpe e eu quero reforçar que qualquer tipo de doação realizada no contexto da pandemia deve ser entregue diretamente na Secretaria de Saúde”, destacou Cícero. O gestor ainda lamentou a atitude dos golpistas. “Infelizmente o ser humano está praticando o que há de mais indigno para um momento difícil como este”, afirmou.

Até o momento, os pedidos têm sido identificados em grupos de médicos e empresários. Ao fazer a solicitação, os golpistas encaminham uma conta do Banco do Brasil no nome de um desconhecido. Eles ainda chegaram a estipular o valor da doação, que seria de R$ 3.200. Em alguns casos o contato foi feito inicialmente por telefone utilizando o nome do prefeito.

Notícias relacionadas

Dono de autoescola de João Pessoa morre, vítima da covid-19

O dono da autoescola Rainha da Paz, em João Pessoa, Irenaldo Cavalcanti, morreu na madrugada desta quarta-feira (21) vítima da Covid-19. De acordo com as informações Irenaldo estava internado em…

Procon constata diferença de até R$ 55 nos preços de frios em supermercados de JP

A diferença nos preços dos frios nos supermercados da Capital pode chegar a R$ 55,00 conforme registra pesquisa realizada pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP), que encontrou o…