A Paraíba o tempo todo  |

CPTran apreende mais de mil veículos em dois meses

 A fiscalização de motoristas e de veículos está cada vez mais rígida em
Campina Grande e cidades circunvizinhas. Policiais da Companhia de Policiamento
de Trânsito de Campina Grande (CPTran/CG), tem realizado em média, quatro
operações diárias em pontos estratégicos da cidade.

O trabalho é para verificar a regularidade dos motoristas, dos carros e
das motos. O resultado das operações se traduz nos números. Somente este ano na
região de Campina Grande, a CPTran já registrou 1.175 notificações e mais de
600 veículos foram apreendidos, sendo a maioria, motocicletas. O número de
apreensões supera em 45% se comparado com as notificações registradas no mesmo
período de 2012.

O comandante da companhia, capitão Edmilson Castro, revelou ao PBAgora
que as fiscalizações serão intensificadas no período do carnaval. “Em Campina
Grande infelizmente muitos condutores não cumprem a lei de trânsito; não
respeitam o Código de Trânsito” explicou.

No comando da CPTran/CG há 70 dias, o capitão atribuiu o alto número de
apreensões a intensificação do policiamento de trânsito em toda a cidade. Ainda
falando sobre a atuação da companhia de trânsito do Estado em Campina, Edmilson
Castro também destacou o trabalho de fiscalização que está sendo desempenhado
em conjunto com a Superintendência de Transportes e Trânsito de Campina Grande
(STTP).

Na semana passada foi realizada a primeira operação conjunta do órgão,
com o objetivo de coibir a circulação do transporte alternativo.

Edmilson Castro revelou que a CPTran está realizando um planejamento com
o órgão de trânsito municipal para continuar o trabalho conjunto, atuando de
forma complementar para coibir as irregularidades no trânsito e garantir o
cumprimento da legislação. Ele enfatizou que o objetivo é reforçar a
fiscalização no tocante ao uso de equipamentos de segurança e uso obrigatório,
como cinto de segurança e capacete, além de coibir o transporte de crianças em
desacordo com as normas do Contran e o uso de aparelho de telefone celular ‘ao
volante’.

De acordo com o capitão Castro, e o coronel José Ronaldo,
superintendente da STTP, a integração entre as instituições resultará em
inúmeras operações, e consequentemente na diminuição do trafego de veículos e
condutores irregulares.


Severino Lopes


PBAgora

    VEJA TAMBÉM

    Comunicar Erros!

    Preencha o formulário para comunicar à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta matéria do PBAgora.

      Utilizamos ferramentas e serviços de terceiros que utilizam cookies. Essas ferramentas nos ajudam a oferecer uma melhor experiência de navegação no site. Ao clicar no botão “PROSSEGUIR”, ou continuar a visualizar nosso site, você concorda com o uso de cookies em nosso site.
      Total
      0
      Compartilhe