Por pbagora.com.br
Foto: Codecom / PMCG

A Secretaria de Saúde de Campina Grande vai realizar mais uma ação de vacinação de gestantes e puérperas com comorbidades nesta sexta-feira, 14. A ação acontece na Igreja Presbiteriana, no bairro São José, no cruzamento entre as Avenidas Floriano Peixoto e Siqueira Campos, a partir das 8h.

O objetivo é dar acesso a pessoas de outras regiões da cidade, já que a vacinação vinha sendo realizada na Unifacisa, local onde fica armazenada a vacina da Pfizer. Para ter acesso à vacina, é necessário que a gestante ou a puérpera (mulher que deu à luz há até 45 dias) entregue um documento de comprovação da comorbidade.

Em Campina Grande já foram imunizadas quase 300 mulheres nesta condição, todas com o imunizante da Pfizer. O Município ainda não havia avançado para gestantes e puérperas sem comorbidades e, portanto, não será necessário suspender a vacinação deste público, conforme orientação do Ministério da Saúde para as cidades que iniciaram a vacinação deste grupo.

Nesta quinta-feira, o Município também avança na vacinação de pessoas com comorbidades por faixa etária. A imunização começa com pessoas de 54 anos. Na sexta-feira, 14, será a vez das pessoas com 53 anos. No sábado, a campanha segue com as pessoas com 52 anos e no domingo, 16, com 51 anos de idade. Na segunda-feira, 17, será aberta para todas as pessoas com comorbidades a partir de 50 anos.

Outro grupo que também está sendo vacinado é o das pessoas que recebem o Benefício de Prestação Continua (BPC) a partir de 18 anos de idade. A vacinação para este público acontece nesta quinta-feira, 13, e na sexta-feira, 14, a partir das 14h na agência do INSS no bairro Dinamérica. É necessário apresentar cópia do laudo que atesta o comprometimento de saúde e o comprovante de que é beneficiário do BPC.

 

Codecom / PMCG

Notícias relacionadas

Anvisa autoriza importação excepcional da vacina Sputnik V

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu autorização, por meio do Circuito Deliberativo nº 539/2021, para a importação excepcional da vacina Sputnik V pelos estados do Rio Grande do…

Opinião: Familiares de autistas suplicam por uma audiência com a Justiça da Paraíba

Centenas de famílias de portadores de transtorno do espectro do autismo estão encontrando enormes dificuldades para que seja mantida a audiência pública com profissionais que cuidam de autistas para que…