Por pbagora.com.br

A informação sobre a possível realização de festas juninas com grandes aglomerações em condomínios na cidade de Bananeiras, no Brejo paraibano, motivou a abertura de um Procedimento Investigatório Criminal (PIC) do Ministério Público da Paraíba.

O intuito do MPPB é apurar a responsabilidade criminal dos organizadores das festas em meio à pandemia do coronavírus. Fotos e vídeos dos eventos foram divulgados em redes sociais e compartilhados no WhatsApp. Segundo o MPPB, é possível ver pessoas sem máscaras durante as festas.

Ainda segundo a autarquia, os eventos teriam ocorrido no último fim de semana. O MP também recomendou que a prefeitura intensifique as fiscalizações, sobretudo na chegada de pessoas ao município.

Ao abrir o procedimento de investigação, a promotora Ana Maria Pordeus observou que Bananeiras decretou a suspensão de eventos de qualquer natureza com público superior a 5 (cinco) pessoas” desde maio deste ano, assim como “a suspensão das atividades de hotéis e pousadas e congêneres”.

De acordo com o último boletim epidemiológico emitido pela Secretaria de Estado da Saúde, Bananeiras já registrou 66 casos de coronavírus.

 

PB Agora

Notícias relacionadas

Empreendedores do Centro Comercial do Varadouro recebem capacitação

Comerciantes que trabalham no Centro de Comércio e Serviços do Varadouro participaram de uma capacitação que integra a programação da Semana do Microempreendedor Individual (MEI). A iniciativa foi promovida nesta…

PB encaminha pra JP, CG e Cabedelo 19.890 doses da Pfizer nesta quarta

A Paraíba recebeu, na tarde desta terça-feira (11), 19.890 doses da vacina da Pfizer/Biontech. As doses serão encaminhadas aos municípios de João Pessoa, Cabedelo e Campina Grande – os únicos…