João Pessoa será palco da 3ª edição da “Corrida do Bem” no próximo dia 20 de novembro. Este ano, o artista paraibano Gabriel Diniz será o homenageado da prova, que terá percursos de 3, 5 e 10 km. O cantor, que faleceu no último mês de maio, em um acidente de avião, colaborava mensalmente com o Hospital Napoleão Laureano, unidade hospitalar que atende pacientes acometidos com câncer de todo o Estado, e beneficiada com a arrecadação dos recursos da atividade. As vendas das camisas já iniciaram.

Gabrial Dinz foi um dos artistas paraibanos que abraçou a “Corrida do Bem” desde a primeira edição, marcando presença tanto na Capital como em Campina Grande. Conhecido pelo seu jeito irreverente, trajes coloridos e, claro, pela sua música, Gabriel Diniz, fazia questão de convidar a população, por meio de suas redes sociais para adquirir os kits da corrida e contribuir com o hospital que há 56 anos atende pessoas com câncer de toda a Paraíba e até de outros estados.

Na última edição, em João Pessoa, além de comprar o kit, o cantor Gabriel Diniz vestiu, literalmente a camisa, e foi para Orla da Capital correr. Após a prova, o artista subiu ao palco e cantou para o público presente. “Os gestos de solidariedade de Gabriel foram muitos, alguns anônimos. Por isso, ele é o homenageado da prova desse ano”, comentou Carneiro Arnault, diretor da unidade.

“Corrida do Bem” é organizada pelo Hospital Napoleão Laureano e tem como idealizador o ex-deputado estadual e autor do Estatuto da Pessoa com Câncer, Bruno Cunha Lima.

A Corrida – Realizada no dia 20 de outubro, no Busto de Tamandaré, a atividade vai arrecadar recursos para o Hospital Napoleão Laureano, que vem enfrentando problemas financeiros. As inscrições para as provas de 3, 5 e 10 km podem ser realizada através do endereço www.hlaureano.org.br e custam R$ 70.

O Napoleão Laureano possui 140 leitos e é responsável por 94% dos atendimentos realizados pelo SUS. Em 2018, a unidade fechou o ano com saldo negativo de R$ 2.650.785,70.

Dados – Por dia, na Paraíba, 25 pessoas descobrem que tem câncer. São 9.430 novos casos por ano, sendo 4.780 entre homens e 4.650 entre mulheres, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA). O Brasil deve registrar cerca de 600 mil novos casos de câncer por ano. O câncer de pele não melanoma é o mais frequente no país, e a segunda posição é ocupada pelo câncer de próstata, para homens, e de mama, para mulheres.

Assessoria

Total
4
Compartilhamentos
Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Segurança será intensificada com novas operações na segunda quinzena de outubro

As ações contra roubos, homicídios, tráfico de drogas e outros crimes devem ser intensificadas nesta segunda quinzena de outubro, com o aumento das operações preventivas realizadas pela Polícia Militar. O…

Adolescente é assassinada em Manaíra após tentar terminar relacionamento

Em menos de 24h dois casos de feminicídio foram registrados no Sertão da Paraíba. Os dois praticados por namorados que não aceitaram o fim dos relacionamentos. Além de um registrado…