O diretor do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, José Carlos de Freitas, anunciou no início da tarde desta quinta-feira que o secretário de Saúde do Estado, José Maria França, já determinou o pagamento dos meses de dezembro e janeiro referentes aos serviços prestados pela Cooperativa dos Cirurgiões. Juntas as ordens de pagamentos somam R$ 818 mil reais.

Segundo José Carlos, somente nesta quinta a presidência da Coopecir procurou o setor financeiro da Secretaria para repassar documentos necessários a comprovação dos serviços, pré-requisito para a quitação.

Por questão de compensação bancária, o dinheiro estará na conta dos cooperados no prazo máximo de 48 horas. O pagamento só não foi feito antes, acentua o diretor do Hospital de Trauma, porque a Cooperativa ainda não tinha encaminhado todas as informações administrativas solicitadas pelo órgão pagador.

José Carlos de Freitas assegurou que mesmo diante da paralisação dos médicos as cirurgias no Trauma continuaram sendo realizadas, sem prejuízos para os pacientes. Ele ressaltou que outras cooperativas também prestam serviços no Trauma, no entanto o problema foi pontual com a dos cirurgiões.

 

Assessoria

Deixe seu Comentário
Notícias relacionadas

Cavalo morre e motociclista fica ferido em colisão, na estrada de Lucena

Um cavalo morreu e um motociclista ficou gravemente ferido, após colidirem, na noite de ontem, sábado (04), em uma estrada que corta o município de Lucena, na Paraíba. O acidente aconteceu…

Martha Rocha, a primeira Miss Brasil, morre no Rio de Janeiro

De acordo com informações, ela sofreu um infarto, com parada respiratória, foi levada para um hospital, mas não chegou à tempo A primeira Miss Brasil, Maria Martha Hacker Rocha, morreu…